“Chave de alarme” de Satoshi Nakamoto é divulgada em conferência de Bitcoin em Lisboa

A chamada chave de alarme – a chave privada de Satoshi Nakamoto para o sistema de sinalização da rede Bitcoin – foi divulgada pela primeira vez ao público nesta terça-feira, 3 de julho, durante a conferência Building on Bitcoin 2018, em Lisboa.

Publicado em 4 de julho de 2018 por

A chamada chave de alarme – a chave privada de Satoshi Nakamoto para o sistema de sinalização da rede Bitcoin – foi divulgada pela primeira vez ao público nesta terça-feira, 3 de julho, durante a conferência Building on Bitcoin 2018, em Lisboa.

Isso foi feito por Brian Bishop, do LedgerX, durante sua apresentação.

Além disso, algumas horas antes do início da conferência, ele também publicou chaves de sinal na lista de discussão para desenvolvedores de Bitcoin.

“Neste e-mail, as chaves de alarme do Bitcoin são reveladas. Isso foi precedido pela divulgação de várias conhecidas vulnerabilidades no sistema de sinalização existente. No momento, o sistema de sinalização é completamente abolido. Não há riscos para a rede, e este aviso pode ser ignorado a menos que você esteja usando um nó antigo (v0.12.x ou anterior)”, escreveu Brian Bishop.  

De acordo com a mensagem dele, as chaves de alarme são:

"Chave de alarme" de Satoshi Nakamoto é divulgada em conferência de Bitcoin em Lisboa. BTCSoul.com

O sistema de sinal foi originalmente implementado na versão 0.3.10 para alertar todos os clientes da rede sobre vulnerabilidades ou ataques críticos. O sistema durou até novembro de 2016 e foi abolido na versão 0.13.10. A própria chave, no entanto, até hoje, era desconhecida para o público.

Anteriormente, acreditava-se que apenas Satoshi Nakamoto, Gavin Andresen, antigo desenvolvedor do Bitcoin Core, e Theymos, o administrador do bitcointalk.org, o possuíam. Depois foi revelado que outros membros da rede podem ter essa chave.

A chave de alarme foi incorporada na base de código pelo criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto, após o incidente em agosto de 2010, contudo, ele, pessoalmente, não a utilizou. O primeiro uso da chave foi registrado em fevereiro de 2012, após o qual, em 2013, a chave foi usada para avisar os nós sobre a ocorrência de um fork não intencional. Além disso, ela foi usada repetidamente para enviar mensagens sobre a necessidade de atualizações urgentes de software para a versão atual.

"Chave de alarme" de Satoshi Nakamoto é divulgada em conferência de Bitcoin em Lisboa. BTCSoul.com

Os desenvolvedores abandonaram a chave devido às preocupações de que ela pudesse ser usada contra os interesses do sistema. Também foi sugerido que a chave poderia estar nas mãos da polícia japonesa como resultado de uma investigação sobre a corretora Mt.Gox e seu dono Mark Karpeles.

Brian Bishop expôs sua intenção de revelar a chave em meados de junho, quando a usou para assinar uma mensagem: “Eu não sou Craig Wright. Ao contrário de mim, ele não pode assinar mensagens com a chave de alarme do Bitcoin”.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment