Chefe do Banco da Inglaterra pede fim da “anarquia” das criptomoedas

A Financial Conduct Authority (FCA) do Reino Unido alertou que as empresas que oferecem serviços relacionados a derivativos de criptomoedas precisarão de uma autorização especial para esse tipo de atividade.

Publicado em 2 de Março de 2018 por

O chefe do Banco da Inglaterra, Mark Carney, fez outra crítica ao Bitcoin. Ele acredita que é tempo de implantar um padrão ao ecossistema das criptomoedas: um que esteja em conformidade com os padrões a que todo o sistema financeiro está sujeito e de pôr fim à “anarquia” das criptomoedas. Isso foi relatado pela Bloomberg.

Em seu discurso, ele destacou a “extrema volatilidade” das criptomoedas, o que indica a ausência de qualquer valor interno ou suporte externo. De acordo com as estimativas de Carney, em 2017, a volatilidade média das dez maiores moedas em capitalização foi 25 vezes maior que a das ações norte-americanas.

Ele também notou as potencialmente úteis propriedades da tecnologia de Blockchain, mas acredita que as próprias moedas digitais não conseguiram conquistar o status de dinheiro real, rejeitando a possibilidade de que, num futuro próximo, o Banco da Inglaterra crie sua própria moeda digital.

“Seria melhor regular os elementos do ecossistema de ativos criptográficos para combater atividades ilegais, proteger a integridade do mercado e a segurança e saúde do sistema financeiro. Estar dentro do sistema financeiro dá grandes privilégios, mas também requer uma maior responsabilidade”, enfatizou Carney.

Vale ressaltar que no início deste ano, o Parlamento Britânico começou a explorar os benefícios e riscos associados às criptomoedas.

Antes de dirigir o Banco da Inglaterra, Mark Carney trabalhou em uma posição similar no Banco do Canadá. Suas últimas declarações foram rapidamente criticadas pela comunidade Bitcoin. Assim, Saifedean Ammous lembrou ao funcionário que, durante 10 anos de seu trabalho nos bancos do Canadá e Inglaterra, o dólar canadense passou por uma depreciação de cerca de 40%, a libra britânica, de 7%. O Bitcoin, ao mesmo tempo, cresceu em preço em 10.000.000%, sendo que dessa forma, Ammus pergunta quem realmente falhou.

Em janeiro, no prefácio de The Bitcoin Standard: A Alternativa Descentralizada para o Banca Central, o autor Black Swan, Nassim Taleb chamou o Bitcoin “a primeira moeda orgânica”, cujo direito não pode ser negado.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment