China apoia FinTech com US$ 1,5 bilhões de dólares

Os consumidores da China estão se movendo rapidamente para alternativas não bancárias, como Alipay, uma aplicação financeira de US$ 60 bilhões da Alibaba.

Publicado em 9 de janeiro de 2017 por

Os consumidores chineses estão se movendo rapidamente para alternativas não bancárias, como Alipay, uma aplicação financeira de US$ 60 bilhões da Alibaba. Para lidar com a taxa de crescimento rápido de sua indústria FinTech, as empresas estatais chinesas lançaram um fundo de 1,5 bilhão de dólares para apoiar startups FinTech e tecnologias emergentes.

O consórcio de empresas estatais chinesas, que inclui o Credit China FinTech Holdings de Hong Kong, o Xinhua Distribution Group de Xangai, China Huarong International e 8 outras grandes organizações da China continental, criaram um fundo conhecido como “Asia FinTech Merger and Acquisition Fund of Funds”, um fundo que visa garantir que todos os mercados dentro da indústria FinTech chinesa possam operar com o capital necessário.

Publicidade

Publicidade

Sheng Jia, Diretor Executivo de Credit China FinTech Holdings declarou:

“Aproveitando as experiências dos parceiros do fundo e as vantagens competitivas no reconhecimento da marca, recursos da indústria e experiência, o Fundo visa investir em empresas FinTech inovadoras, com potencial e ajudá-las a se tornarem líderes em FinTech com nosso know-how técnico e recursos de capital.”

Portfólio equilibrado de startups inovadoras.

De acordo com várias fontes, o fundo apoiará startups em uma ampla gama de categorias dentro da indústria FinTech, incluindo processamentos de dados, inteligência artificial, pagamentos móveis, financiamento da cadeia de suprimentos e tecnologia Blockchain, desenvolvendo um portfólio que abrange todos os aspectos da indústria FinTech no país .

Já se sabe que os consumidores chineses não são mais tão dependentes do sistema bancário, baseado em sistemas financeiros e aplicações de pagamento, principalmente devido à sua ineficiência na liquidação de pagamentos.

O boom da FinTech

Hoje, 10 das maiores empresas FinTech do mundo pertencem ao mercado FinTech Chinês e o crescimento explosivo dessas empresas descreve diretamente a situação financeira que está em constante mudança no país .

Alguns especialistas e analistas do continente afirmam que os analistas estrangeiros ficariam chocados com a taxa de crescimento da indústria FinTech, porque está se tornando cada vez mais difícil encontrar pessoas que usam sistemas baseados em bancos como um cartão de crédito ou transferência bancária diariamente.

Com outras alternativas, como o Bitcoin, também ganhando a posição dominante e observando um crescimento significativo no mercado FinTech chinês, é provável que o país continue liderando o ecossistema global de FinTech ao longo de 2017, como aconteceu no ano passado.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment