Coingate e Prestashop pretendem introduzir pagamentos em Bitcoin em 86 mil lojas europeias

Coingate, a plataforma unitária de processamento da Lituânia, assinou um acordo com o aplicativo de comércio eletrônico Prestashop. A parceria permitirá que mais de 80 mil lojas européias aceitem Bitcoin e outras criptomoedas como pagamento.

Publicado em 30 de Março de 2018 por

Coingate, a plataforma unitária de processamento da Lituânia, assinou um acordo com o aplicativo de comércio eletrônico Prestashop. A parceria permitirá que mais de 80 mil lojas européias aceitem Bitcoin e outras criptomoedas como pagamento. Isso foi relatado pelo о blog oficial da plataforma.

Como diz o Diretor Geral da Coingate, Dmitriy Borisenka, graças ao uso do Bitcoin, as plataformas de negociação receberão vantagens publicitárias automaticamente.

“O Prestashop possui uma base ideal para lojas pequenas e médias que podem usar criptomoedas como uma forma de pagamento não apenas inovadora, mas também mais barata e popular. Muitas pessoas gostariam de usar criptomoedas para fazer compras, então, é preciso treinar vendedores a trabalhar com dinheiro digital para preencher a lacuna entre clientes e comerciantes nesta área”, afirmou Borisenka.  

Além disso, o CEO da Coingate acrescentou que a empresa fornecerá proteção contra os riscos associados à volatilidade das taxas de dinheiro digital aos vendedores.

“No momento da compra, o preço é fixado, e as lojas que querem receber pagamentos em euros, de fato, não trabalham com criptomoedas, uma vez que a Coingate assume esses processos”, ressaltou.

Vale notar que o aplicativo Prestashop colabora com 250 mil lojas online e a Coingate, cuja receita mensal é estimada em cerca de 10 milhões de euros, já totaliza 50 mil clientes.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment