Como resultado da vulnerabilidade da carteira Parity, vários projetos de ICO são congelados

Contas de várias startups que conduziram ICOs recentemente foram congeladas devido à remoção "acidental" do código para um contrato de carteiras inteligentes com uma assinatura múltipla da Parity Technologies.

Publicado em 10 de novembro de 2017 por

Contas de várias startups que conduziram ICOs recentemente foram congeladas devido à remoção “acidental” do código para um contrato de carteiras inteligentes com uma assinatura múltipla da Parity Technologies. Isso foi relatado pela CoinDesk.

A plataforma Ethereum tradicionalmente atua como uma espécie de “fundação” para o lançamento de vários projetos de ICO. Seu número já ultrapassa os 10 mil, com treze delas coletando mais de US$100 milhões.

Publicidade

Publicidade

Um deles é Polkadot sob a liderança de Gavin Wood, CEO da Parity Technologies. A ICO ocorreu em meados de outubro e o projeto arrecadou US$ 145 milhões, sendo que US$98 milhões no equivalente em ETH foram congelados nas carteiras da Parity. Apesar disso, a empresa Web3 Foundation, que apoia a Polkadot, alegou que a startup continuará a funcionar independentemente do que aconteceu.

“Continuaremos desenvolvendo a Polkadot de acordo com o plano”, diz o comunicado.

O projeto de bloco ICONOMI – que atraiu US$10 milhões no decorrer de uma token sale em setembro – também sofreu. De acordo com a Etherscan, os fundos congelados da ICONOMI são de US$ 37 milhões. Os representantes da startup insistem que é economia corporativa, e não investimentos de usuários.

Também foi relatado que US$4,8 milhões do projeto Musiconomi foram congelados.

Lembre-se de que, uma vulnerabilidade crítica que resultou na retenção de mais de US$152 milhões em Ethereum foi encontrada na carteira Parity.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment