Conhecendo a fundo a Wemark

O mercado digital é cheio de oportunidades e espaço para crescer, contudo, ele também pode ser traiçoeiro. A startup Wemark chega com o objetivo de romper como as coisas são e trazer mais transparência e liquidez ao mercado.

Publicado em 8 de junho de 2018 por

Quando um grupo de profissionais de marketing, designers e engenheiros se juntam, coisas incríveis se tornam possíveis, a Wemark é uma dessas coisas. A empresa foi lançada em abril de 2015, oferecendo aos vendedores poderosas ferramentas de marketing para ajudá-los a alcançar novos clientes.  

Agora, em 2018, a startup utiliza a tecnologia Blockchain e todos os anos de experiência para tentar mudar o patamar do mercado fotográfico: a plataforma criou uma comunidade focada em fotógrafos independentes que anseiam por um mercado melhor, pois atualmente, esse segmento de profissionais sofre para conseguir bons negócios, o que resulta no abandono da profissão por muitos indivíduos devido à falta de recursos e prestígio.

A Wemark viu na Blockchain da rede Ethereum a chance de implementar o sistema P2P entre artistas e compradores de forma direta, desse modo, garantindo a segurança, autenticidade e, principalmente, transparência.

O melhor de tudo é que o ecossistema funciona perfeitamente sem agências, já que essas últimas, em sua maioria, retêm boa parte dos lucros gerados a partir das fotos de quem realmente deve receber: os criadores de conteúdo.

Com a Wemark, o fotógrafo manterá todos os seus direitos sobre seu produto e licenciará diretamente com os clientes.

Vantagens da Wemark:

  • Possibilidade de manter até 85% da receita e de saber exatamente onde/como as fotos estão sendo utilizadas;
  • Controle sobre o preço das fotos por parte do fotógrafo;
  • Suporte da comunidade para os criadores independentes.

Outro diferencial da plataforma é a oportunidade de montar seu portfólio de forma simples e direta. Acesse o site e se inscreva para criar o seu.

Informações sobre a ICO

A venda dos tokens começaram no dia 7 de maio de 2018, e a plataforma está aceitando como forma de pagamento ETH (o token é compatível com o padrão ERC-20). Foram emitidos 135 milhões de tokens. O Soft Cap está fixado em US$1,5 milhões e o Hard Cap, em US$8 milhões, sendo que cada token WMK equivale a US$0,20.

Para mais informações, acesse o site oficial da Wemark ou visite suas redes sociais:

Twitter Facebook Telegram

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment