Coréia do Sul propõe estabelecimento de padrões de autorregulação para corretoras de criptomoedas

Estabelecida no final do ano passado, a Korean Blockchain Association (KBA) propôs um conjunto de regras para a autorregulação projetada de estabelecimento de padrões para a operação de corretoras criptomonetárias.

Publicado em 19 de Abril de 2018 por

Estabelecida no final do ano passado, a Korean Blockchain Association (KBA) propôs um conjunto de regras para a autorregulação projetada de estabelecimento de padrões para a operação de corretoras criptomonetárias. Isso foi relatado pela CoinDesk.

Em particular, a KBA sugere que o capital mínimo autorizado das corretoras criptomonetárias seja de pelo menos dois bilhões de won sul-coreanos (cerca de US$1,8 milhão), e também obrigue as plataformas de negociação a arquivar relatórios financeiros e a passar por auditorias com regularidade.

Novas exigências serão aplicadas a 14 corretoras locais, incluindo Bithumb, Coinone, Gopax, OKCoin Korea e Huobi Korea. Entre outras coisas, essas empresas terão que armazenar o histórico de transações dos usuários por cinco anos, além de terem que implementar sistemas para detectar transações suspeitas.

“Vamos trazer ordem ao mercado local de criptomoedas através do controle auto-regulador”, observaram os representantes da KBA.”Ao fornecer garantias para a proteção dos usuários, ajudaremos a garantir a segurança dos ativos”, concluíram.

As regras da KBA também obrigam cada corretora a criar um grupo de trabalho, cujas atividades se concentrarão no estudo de novos tokens de ICOs que estiverem sendo preparados para listagem, bem como no combate à operações de iniciados.

De acordo com representantes da OKCoin Korea, a plataforma já está “se preparando para cumprir todos os critérios e as novas regras da KBA”. O conjunto de medidas para isso já foi lançado pela Coinone, que “criou uma organização interna e um sistema projetado para aumentar a transparência do criptotrading”.

Segundo a Yonhap, as regras serão finalizadas até o final de maio. Depois disso, cada um dos participantes da associação terá que fornecer documentos relevantes antes de 8 de junho.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment