As maiores empresas de seguro médico dos Estados Unidos, UnitedHealth Group e Humana, anunciaram o lançamento de um projeto piloto de Blockchain projetado para melhorar a qualidade do armazenamento e da transferência de dados.

Corey Johnson, o diretor estratégico-chefe da startup Ripple, afirmou que a administração do presidente Donald Trump está preocupada com a dominante posição da China na mineração de Bitcoin e Ethereum. Ele ressaltou que a empresa já havia discutido com os representantes da Casa Branca o conceito de XRP, que não exige mineração e é, supostamente, mais seguro do ponto de vista do controle de outros países.

“Acredito que eles entenderam isso e acreditam que isto poderia ser um ponto importante”, disse Johnson em entrevista ao Breaker.

Em seguida, foi publicado um artigo na Forbes americana sobre o domínio das pools chinesas de mineração com a afirmação de que a Bitmain extrai mais da metade de todos os Bitcoins – o que não é verdade. Provavelmente, mesmo as pools pertencentes à empresa de Beijing não controlam mais de 50% do hashrate total.

A notícia não pôde deixar de atrair a atenção de Nouriel Roubini, famoso crítico do Bitcoin e descentralização em geral.

“Durante as audiências no Senado, chamei a atenção para os riscos à segurança nacional associados ao controle da China sobre a mineração do Bitcoin”, escreveu ele.

O chefe do fundo de investimentos HODL Capital, Thomas Paccia, acrescentou que a situação lembra a trama da série “Mr. Robot”.