Corretoras chinesas voltarão à ativa

Parece que finalmente as corretoras chinesas poderão voltar a operar, e permitir retiradas , porem os donos dos fundos terão que fornecer quase o numero de seus sapatos, e cor dos olhos para reaver os valores retidos nas exchanges, é o que prevê as novas regras do PBoC (People’s Bank of China – Banco Popular da China) para as exchanges.

Publicado em 21 de março de 2017 por

Parece que finalmente as corretoras chinesas poderão voltar a operar, e permitir retiradas , porem os donos dos fundos terão que fornecer quase o numero de seus sapatos, e cor dos olhos para reaver os valores retidos nas exchanges, é o que prevê as novas regras do PBoC (People’s Bank of China – Banco Popular da China) para as exchanges.

As corretoras de criptomoedas da China começaram a pedir a seus clientes os dados referentes à origem de seus fundos, de onde veio o dinheiro para adquiri-los, bem como o local exato para onde eles serão enviados em caso de retirada.

Publicidade

Publicidade

A informação sugere que as exchanges em breve permitirão a retirada dos fundos investidos, depois de um mês de espera – leia-se pausa por conta do governo – parece que as coisas começam a andar na China. Só não sei bem pra onde, provavelmente para a LocalBitcoins.

A Huobi tem enviado a seus clientes uma carta, que faz referencias a AML (Anti-Money Laundering) dos departamentos governamentais como base para solicitar tais detalhes. O que apresentamos aqui é uma transcrição feita pelo canal local, o CnLedger.

A carta afirma:

“De acordo com regulamentos AML dos departamentos governamentais, incluindo o Banco Central da China (PBoC) e sua Comissão Regulatória, você é obrigado a fornecer explicação das fontes de seus fundos, e os destinos das criptomoedas que você deseja retirar”.

Em uma medida curiosa em termos de segurança, os clientes parecem ser obrigados a fornecer detalhes de seu login na corretora como parte do procedimento.

Em termos de “destinos” de retirada, as informações da conta bancária devem ser fornecidas, juntamente com “explicações sobre as fontes dos fundos transferidos” e “prova relevante e irrefutável que possa apoiar as explicações”.

Entretanto, até mesmo o canal original da declaração, o CnLedger, salienta que a informação ainda não foi confirmada.

Atividade na LocalBitcoins

Os investidores chineses de Bitcoin renovaram as atividades de negociação de recursos alternativos, como a LocalBitcoins, na semana passada, antes dos prováveis movimentos regulatórios. O volume de negociações na exchange descentralizada aponta para mais de 60 milhões de Yuans sendo movimentados na semana que termina em 18 de março.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment