Corretoras de criptomoedas da Índia planejam criar um único banco de dados, que incluirá informações sobre traders e suas transações.

Corretoras de criptomoedas da Índia planejam criar um único banco de dados, que incluirá informações sobre traders e suas transações. Isto foi relatado pelo Economic Times.

Como observa a publicação, as plataformas intencionam criar um repositório central, onde dados sobre transações de usuários poderão ser registrados em tempo real.

De acordo com representantes do grupo de trabalho sobre Blockchain e criptomoedas (BACC), esta proposta em breve será submetida a um comitê governamental especializado em questões relacionadas aos ativos digitais.

“As informações sobre compras e vendas de moedas virtuais podem ser rastreadas através de Aadhaar ID ou do Número de Conta Permanente (PAN). O repositório central fornecerá acesso a dados sobre o volume de criptomoedas recebidas pelos usuários, seu valor, e dos métodos de compra ou venda”, afirmaram representantes do BACC.

AADHAAR é um número pessoal exclusivo fornecido pela Agência da Índia para identificação dos residentes do país. Essa mesma agência administra o sistema de identificação de cidadãos (UIDAI).

O próprio processo de identificação é realizado com base em dados pessoais, impressões digitais e fotografias da íris. O sistema controla um banco de dados com informações sobre aproximadamente 1,19 bilhões de pessoas e é considerado o maior de bio-identificação do mundo.

O código AADHAAR é acionado ao receber subsídios governamentais pela população – como um cartão de identidade, identificação no local de trabalho, no sistema de pagamento nacional, etc.

PAN é um código único de 10 dígitos utilizado para identificar indivíduos, famílias e empresas. Este número é frequentemente usando para manter um registro de pagadores do imposto de renda, bem como de abertura de contas em bancos locais.

De acordo com os representantes das corretoras, em março, será considerada a proposta do grupo governamental, bem como o recebimento de recomendações relevantes.

Vale ressaltar que anteriormente, os líderes das corretoras Unocoin, ZebPay e Coinsecure declararam unanimamente que não existe uma proibição de operações com criptomoedas na Índia.