Crescimento anormal do Bitcoin na Bitfinex levanta preocupações sobre possível colapso do Tether

A Tether está lançando um adicional de 300 milhões de dólares em Tokens USDT. O site do projeto diz que esse valor está autorizado para liberação, mas ainda não entrou em circulação.

Publicado em 15 de outubro de 2018 por

Ao mesmo tempo em que na manhã de segunda-feira, o preço do Bitcoin mostrou um rápido crescimento, aproximando-se em algum momento da marca de US$7,8 mil na Bitfinex, a taxa do Tether caiu 6% em relação ao dólar americano, ao qual essa criptomoeda está teoricamente vinculada na proporção de 1:1.

Em um certo ponto, o preço do USDT caiu para US$0,92, e isso aconteceu quase ao mesmo tempo em que a Kucoin informou que os depósitos e retiradas em USDT estavam sendo suspensos devido à manutenção do sistema. No momento da redação, as operações com o USDT na Kucoin foram retomadas, e o preço do token estava aumentando gradualmente, subindo para US$0,977.

No entanto, foi o crescimento anormal do Bitcoin que atraiu a maior parte da atenção da comunidade: o crescimento foi observado principalmente nas corretoras onde o USDT também é negociado. Em um dado momento, a divergência entre as taxas nessas corretoras e em sites que não usam o USDT foi superior a US$1 mil.

Nesse contexto, Bitfinex’ed, um conhecido crítico da corretora, sugeriu que o aumento do preço do Bitcoin nas corretoras que não fazem negociações com USDT foi caudado por bots programados para acompanhar o que está acontecendo na Bitfinex. Na sua opinião, todos esses bots serão fechados mais cedo ou mais tarde.

Apesar do fato de a opinião da Bitfinex’ed não ser compartilhada por todos os membros da comunidade, os eventos de hoje levaram muitos a fazer uma série de perguntas sobre o que realmente está acontecendo na plataforma.

O analista Alex Krueger notou que a discrepância nos preços das corretoras afetou não apenas o Bitcoin, mas também o Ethereum: em determinado momento esta manhã, o ETH estava sendo negociado na Bitfinex a um preço 10% maior que na Coinbase.

De acordo com Krueger, tudo isso sugere que a razão deve ser procurada nas vendas maciças do USDT, causadas pelo receio dos traders de que o token pode não ter a segurança necessária em dinheiro fiat, e que, consequentemente, querendo se proteger de uma possível depreciação do ativo, decidiram entrar em outras criptomoedas.

“Será uma grande ironia se o colapso do Tether ajudar o Bitcoin a sair do mercado de baixa”, acrescentou o analista.

Em um comentário à Bloomberg, o chefe de desenvolvimento de negócios da corretora Luno, Vijay Ayyar, também sugeriu que a situação em torno do Tether poderia levar a uma maior volatilidade do mercado.

“Se os traders começarem a sair do Tether, isso potencialmente cria uma situação insegura, já que a moeda representa 20% dos volumes globais de negociação. Na verdade, isso significa que há uma grande volatilidade pela frente”, disse ele.  

Enquanto isso, Joseph Young, outro analista bem conhecido, pintou um quadro muito desfavorável para a Bitfinex:

“É completamente incompreensível o que a Bitfinex fez com o Tether e com própria corretora. A Bitfinex poderia ser a mais valiosa empresa multibilionária do setor criptomonetário, mas ela jogou essa oportunidade para fora da janela aberta e deu um tiro na sua perna. Adeus e RIP, Bitfinex”, escreveu ele.

O investidor Richard Hart, conhecido por suas declarações irônicas e afiadas, escreveu que, quando as corretoras morrem, o preço do Bitcoin geralmente sobe.

No entanto, nem todos estão prontos para enterrar a corretora. Timothy Tam, cofundador e CEO da empresa de pesquisa CoinFi, por exemplo, disse à Bloomberg alegou que a especulação em torno da Bitfinex, enquanto a retirada de fundos ainda é feita normalmente, lembra mais uma “paranoia”.

“Tenho certeza de que tudo será resolvido em breve”, ele acredita.

Representantes da Bitfinex não forneceram comentários sobre a situação, mas algum tempo atrás, foi postada uma mensagem na conta do Twitter da corretora, dizendo que a mesma planeja lançar um novo sistema nas próximas 24 horas, o que permitirá que ela continue aceitando depósitos em fiat – essa funcionalidade foi suspensa na semana passada.

A corretora também confirmou que a retirada de fundos tanto em fiat quanto em criptomoedas pode ser realizada normalmente.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment