Desenvolvedores da “criptomoeda” Swiscoin podem pegar até 12 anos

No dia 21 de agosto, o Ministério Público Geral da Ucrânia, juntamente com a Polícia Nacional do país, expôs o projeto fraudulento conhecido como Swiscoin, cujos criadores são suspeitos de desvio de investimentos no valor de mais de US$ 500.000. Isto foi relatado pelo site oficial do departamento.

Publicado em 23 de agosto de 2017 por

No dia 21 de agosto, o Ministério Público Geral da Ucrânia, juntamente com a Polícia Nacional do país, expôs o projeto fraudulento conhecido como Swiscoin, cujos criadores são suspeitos de desvio de investimentos no valor de mais de US$ 500.000. Isto foi relatado pelo site oficial do departamento.

Desenvolvedores da "criptomoeda" Swiscoin podem pegar até 12 anos. BTCsoul.com

Publicidade

Publicidade

Foram pesquisadas as instalações, escritório da empresa e os locais de residência dos cidadãos que participavam do projeto. Dinheiro, armas, um rifle de assalto Kalashnikov e munições foram apreendidos em posse dos supostos desenvolvedores.

Desenvolvedores da "criptomoeda" Swiscoin podem pegar até 12 anos. BTCsoul.com

Todos os participantes do projeto podem pegar ate 12 anos de prisão com confisco de bens e propriedades.

Publicidade

Publicidade

Os criadores da Swiscoin, cidadãos da Ucrânia e da Índia, posicionaram o projeto como uma “criptomoeda”, prometendo desenvolver um sistema de pagamentos instantâneos praticamente sem juros em qualquer lugar do mundo. O projeto “duvidoso” foi ativamente promovido na mídia, informes de imprensa e anunciavam a cooperação com grandes redes comerciais e bancos.

Nesse caso, nenhum whitepaper foi publicado e também não havia informações sobre os desenvolvedores.

Em fevereiro de 2017, a Swiscoin conseguiu atrair mais de US$ 500.000 em investimentos durante a ICO. No entanto, em vez dos desenvolvimentos prometidos, os investimentos foram distribuídos entre os criadores da “criptomoeda”.

Desenvolvedores da "criptomoeda" Swiscoin podem pegar até 12 anos. BTCsoul.com

Em julho deste ano, a polícia indiana acusou o fundador de outro projeto de fraudulento, a OneCoin, no valor de US$ 11 bilhões.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment