Desenvolvedores do Dash avisam proprietários de nós principais sobre ameaça de exclusão do ciclo de pagamento

Os detentores de moeda criptográfica Dash se tornaram vítimas do serviço fraudulento o Dash-Coin.net, que, fingindo ser uma carteira na web, obtém acesso às chaves dos usuários individuais e rouba seu dinheiro.

Publicado em 13 de julho de 2018 por

A equipe Dash Core, que recentemente lançou a versão v0.12.3.2 de serviço, pediu aos usuários que evitem nós principais inadequados a esta versão.  

De acordo com os desenvolvedores, isso pode levar a exclusão dos usuários do ciclo de pagamento após a introdução dos chamados “sporks”, que protegem a rede de um fork não intencional durante sua atualização.

“Todos os nós mestres devem trabalhar com a versão 12.3.2 (70210) antes do próximo spork (fork de vários estágios), assim como era obrigatório para a rede de teste durante o período de atualizações de código”.

No entanto, como explicaram os representantes da empresa, o aviso diz respeito apenas aos proprietários dos nós principais e, dessa forma, não afetará usuários comuns.

Proprietários de um nó principal na rede Dash devem ter 1000 moedas como garantia e um endereço IP disponível on-line pelo menos 23 horas por dia.

Vale notar que uma série de erros foi eliminada com o lançamento do Dash Core v0.12.3.2, e a sincronização inicial foi melhorada.

Lembramos que em maio, o Dash Core anunciou três novas propostas para a melhoria da rede: transações especiais, listas de nós principais deterministas e verificação simplificada de listas de nós principais.

Por fim, vale ressaltar que no final de junho, o Dash ultrapassou o Bitcoin Cash e o Litecoin em volume diário de transações.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment