O Bitcoin Cash (BCH), criado como resultado de um hardfork em agosto de 2017, subiu nesta noite de segunda-feira, 23 de abril, para US$1,3 mil, alcançando as marcas nas quais foi anteriormente negociado na primeira década de fevereiro.

Desenvolvedores do Bitcoin Cash publicaram um roteiro do projeto, segundo o qual eles pretendem realizar outro aumento no tamanho do bloco. Para fazer isso, serão necessários dois novos hardforks em maio e novembro de 2018.

“Nós nos esforçamos para tornar a rede mais confiável e escalável, além de reduzir as taxas de transação. Isso permitirá que usuários, incluindo representantes do ambiente corporativo, tenham uma rede rápida que possam usar sem medo de problemas e erros”, diz o documento.

Desenvolvedores do Bcash estão convencidos de que aumentar o tamanho do bloco é uma solução efetiva para reduzir as comissões de transações. Além disso, a equipe considera a possibilidade de restaurar algumas regras que anteriormente foram desativadas no código.

No entanto, planos oficiais de atualizações serão publicados não antes de fevereiro de 2018.

O limite atual no tamanho do bloco na rede Bcash é de 8 MB.

De acordo com o recurso analítico Coinmarketcap, o preço do Bitcoin Cash a partir de 09:45 UTC, 30 de novembro, é de US$1.384,29.

Lembramos que anteriormente, um hardfork ocorreu na rede Bitcoin Cash que visava melhorar o algoritmo de complexidade e introduzir proteção contra ataques, como a manipulação de marcas de tempo.