A quinta criptomoeda em termos de capitalização, Litecoin (LTC), aparecerá na listagem da corretora sul-coreana de criptomoedas, Korbit. Espera-se que isso aconteça nesta quarta-feira, 18 de abril.

Desenvolvedores do projeto de Blockchain Zulu Republic apresentaram o software Lite.IM, que permitirá aos usuários fazer transações na rede Litecoin através de SMS e do Telegram.

O Zulu Republic está convencido de que o Telegram é o messenger mais seguro e fornece todas as facilidades necessárias para testar o conceito antes de iniciar os pagamentos via SMS.

Representantes do projeto enfatizam que muitas pessoas vivem em países com acesso limitado à Internet, sob condições de censura estrita por regimes políticos e sem acesso a serviços financeiros. Além disso, 64% da população mundial possui celulares, mas apenas 33% possui smartphones. Esta é a razão pela qual o Zulu Republic está convencido da necessidade de ligar os SMS e a Blockchain Litecoin, não confiando na disponibilidade de Internet.

É lançada versão beta de software para envio de Litecoin via SMS e Telegram. BTCSoul.com

É lançada versão beta de software para envio de Litecoin via SMS e Telegram. BTCSoul.com

O Lite.IM permitirá que os usuários interajam com a Blockchain Litecoin através do comandos de texto e de um sistema API especial. No momento, a comunidade já tem a oportunidade de utilizar o Telegram-bot para verificar os saldos e enviar o Litecoin para endereços LTC ou e-mail.

O criador da “prata digital”, Charlie Lee, está convencido de que o mercado de ursos permite que os desenvolvedores se concentrem no desenvolvimento de soluções para adoção em massa de tecnologia.