E-wallet: Banco, energia e carros.

O banco suíço, UBS Bank fez parceria com a empresa de energia alemã, Innogy e com a empresa de fabricação de automóveis, ZF para fornecer uma e-Wallet de carros em blockchain, que permite o carregamento de carros elétricos.

Publicado em 18 de janeiro de 2017 por

O banco suíço, UBS Bank fez parceria com a empresa de energia alemã, Innogy e com a empresa de fabricação de automóveis, ZF para fornecer uma e-Wallet de carros em blockchain, que permite o carregamento de carros elétricos.

Sendo apresentado na CES em Las Vegas, a e-Wallet em carros também pode ser usada para outros serviços relacionados com o pagamento, tais como taxas de estacionamento, partilha de automóveis ou pedágios em pagamentos on-the-go, ao menos é isso o que apontam os relatórios do International Business Times.

Publicidade

Publicidade

Em uma declaração do UBS, foi dito:

“Com a Internet das Coisas vamos ver no futuro mais e mais dispositivos habilitados a pagar de forma autônoma por serviços. Para o UBS, é importante experimentar e aprender como podemos oferecer suporte aos clientes para gerenciar e autorizar os pagamentos através de seus dispositivos”.

Com o uso da e-Wallet em carro, um usuário simplesmente transferirá seu dinheiro de seu PC para a uma aplicação móvel, que é ligada diretamente a seu e-Wallet do carro. Eles então serão capazes de pagar por serviços dentro de um determinado limite automaticamente.

Dr Carsten Stöcker, da Machine Economy Lighthouse Innogy SE, disse:

“A inovação impulsionada pela tecnologia no sistema de mobilidade e transporte será um fator chave para a quarta revolução industrial”.

Energia alemã e Blockchain

A blockchain está fazendo progressos na indústria de energia alemã.

Em novembro, uma pesquisa descobriu que o setor de energia em breve adotaria a tecnologia blockchain com muitas empresas de energia, delineando um roteiro para sua implementação no futuro.

Não só isso, mas em setembro, o gigante energético alemão, Enercity anunciou que seus clientes agora tinham a opção de usar a moeda digital, Bitcoin como método de pagamento para suas contas de serviços públicos.

A indústria de energia está percebendo que, como o Bitcoin e sua blockchain continuam a ganhar força em muitas outras indústrias, o setor também deve investir e aproveitar a nova tecnologia e todos os benefícios que ela pode oferecer.

Blockchain: a perturbação dos Bancos

Blockchain tem o potencial de perturbar como os bancos operam.

Tanto assim, que uma pesquisa da IBM realizada em setembro descobriu que, a partir de insights reunidos de 200 bancos globais, 15 por cento desses bancos poderiam estar executando soluções blockchain já neste ano.

Em uma tentativa de manter-se e aproveitar a blockchain, o UBS acredita que a blockchain poderia ser “a próxima Internet”, de acordo com um relatório da Australian Financial Review, razão pela qual o banco está investindo seus recursos na tecnologia para ter um retorno mais adiante.

Com mais empresas abraçando a blockchain e o que ela pode fazer, 2017 poderá seguir os passos de 2016 e ser um bom ano para a tecnologia.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment