EAU planeja ter todo seu governo rodando em blockchain

Os Emirados Árabes Unidos (EAU) estão aumentando o desenvolvimento de blockchain em uma tentativa de se tornarem, até 2020.

Publicado em 27 de dezembro de 2016 por

Os Emirados Árabes Unidos (EAU) estão aumentando o desenvolvimento de blockchain em uma tentativa de se tornarem, até 2020, um dos principais centros de inovação e o primeiro governo do mundo a executar todas as suas transações em blockchain.

A medida visa cortar um número estimado de 100 milhões de transações de papel anualmente e reduzir os 25 milhões de horas de trabalho exigido na manipulação de documentos em papel apenas em Dubai, EAU.

Publicidade

Publicidade

O Sheikh Hamdan Bin Mohammed Bin Rashid Al Maktoum, príncipe herdeiro de Dubai, lançou a estratégia Blockchain de Dubai em outubro, que visa alcançar um alto grau de eficiência nos departamentos governamentais.

Outra área da estratégia visa criar milhares de novos empregos, alavancando a tecnologia blockchain para permitir que os Emiratis, expatriados e investidores, possam criar empresas mais facilmente.

“A estratégia resultará em substancial economia financeira que pode ser reinvestida em setores de valor agregado e contribuirá para economizar milhões de horas desperdiçadas na verificação de dados”, disse Mohammad Abdullah Al Gergawi, Vice-Presidente do Conselho de Curadores e Diretor Executivo da Dubai Future Foundation.

Publicidade

Publicidade

“Esta estratégia também criará novos campos econômicos e negócios, já que o volume de mercado de blockchains devem atingir US$ 300 milhões ao longo dos próximos cinco anos”.

A estratégia é um projeto conjunto entre a Dubai Future Foundation do governo e o Dubai Smart City Office.

No início deste ano, a Dubai Future Foundation lançou o Global Blockchain Council, uma iniciativa público-privada que demonstrou o compromisso dos EAU com a tecnologia.

Sob a tutela da Global Blockchain Council, instituições financeiras de destaque, empresas de tecnologia e startups estão colaborando em uma série de projetos-piloto que prometem aumentar a eficiência nos processos, reduzir custos e criar novas oportunidades de negócios.

Entre esses projetos, um sistema chamado BitOasis visa criar uma plataforma blockchain “para garantir os contratos de flexidesk e processo de registro”. Outro projeto, chamado Kraken Bitcoin Exchange, busca construir uma infraestrutura financeira para operações de finanças islâmicas. Ambos os projetos-piloto estão sendo supervisionados pela Dubai Multi Commodities Center Authority.

Dubai Future Accelerators selecionou duas empresas Blockchain para programas-piloto

Em setembro, a Dubai Future Foundation deu início ao programa inaugural Dubai Future Accelerators, um programa de 12 semanas que busca conectar empresas internacionais de tecnologia com entidades governamentais para criar protótipos e pilotos para a cidade de Dubai.

Mais especificamente, a Dubai Future Accelerators emparelhou 30 empresas com sete dos serviços públicos de Dubai: Saúde, Energia, Conhecimento, Município, Polícia, Transportes e a carteira de investimentos Dubai Holding.

O programa, que terminou no início desta semana, selecionou 19 das 30 empresas para avançar para a fase piloto e de prototipagem. Estes receberão um total de Dh 120 milhões (US$ 32,6 milhões) em investimento.

Das empresas participantes, 14 já transferiram sua sede para Dubai, destacando a crescente atratividade da cidade.

“Os EAU se tornarão a principal plataforma global para transformar o futuro em realidade”, disse Sua Excelência, Mohammed Al Gergawi, Ministro de Assuntos do Gabinete e de Futuro, e Vice-Presidente do Dubai Future Accelerators. “É o destino ideal para materializar ideias inovadoras em projetos tangíveis que têm um impacto significativo na economia e na sociedade, projetos que podem criar vidas melhores para nós e para as gerações futuras”.

Entre as empresas que chegaram à próxima fase, a Loyyal, uma plataforma de fidelidade e recompensas, assinou um acordo com a Dubai Holding para uma implantação piloto que visa criar a “internet de pontos de fidelidade, promoções e recompensas” usando a tecnologia blockchain. Especificamente, procurará fornecer uma solução inovadora e rentável para melhorar e conectar diferentes programas de fidelidade.

O piloto se concentrará no Grupo Jumeirah e no Grupo TECOM, empresa irmã da Dubai Holding, reunindo seus respectivos esquemas de fidelidade para possibilitar oportunidades de efeito de rede.

“Nós estabelecemos o Global Blockchain Council aqui em Dubai há menos de um ano, e já estamos vendo avanços impressionantes na aceitação desta tecnologia”, comentou Saif Al-Aleeli, CEO da Fundação Dubai Futuro e membro fundador do Global Blockchain Council . “Estamos satisfeitos com o progresso do Loyyal com o Dubai Points, suas parcerias com o setor privado, e estamos ansiosos para trabalhar ainda mais perto com eles, e ver como eles trazem a futura blockchain para a realidade”.

Como parte do negócio, a Loyyal estará implantando sua solução proprietária e pendente de patente e solução de infraestrutura de contrato inteligente para re-mapear a maneira como os negócios da Dubai Holding interagem com os consumidores e entre si.

Ao lado de Loyyal, outras startups blockchain que foram selecionadas para integração de programa incluíam a BlockApps, uma plataforma em Ethereum, compatível para o desenvolvimento, implantação e gerenciamento de aplicativos corporativos blockchain e a ConsenSys. A maior empresa de software de blockchain Ethereum do mundo, a ConsenSys irá desenvolver um banco de dados imobiliário usando a tecnologia blockchain para o programa piloto.

Futuro próximo 

Os 19 projetos-piloto devem criar 135 oportunidades de emprego em Dubai nos próximos três meses, e é projetada para aumentar de forma exponencial, quando os projetos alcançam resultados tangíveis e as empresas expandem suas atividades. A segunda rodada do programa Dubai Future Accelerators iniciará no primeiro trimestre de 2017 e verá cinco outras entidades governamentais e privadas se unirem ao Departamento de Desenvolvimento Econômico: o Dubai Smart Office, a Direcção Geral de Residência, a Assuntos de Estrangeiros; além da Etisalat e a du, ambas as operadoras de telecomunicações nos EAU.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment