Empresas criptomonetárias serão excluídas do negócio de risco Na Coreia do Sul

Estabelecida no final do ano passado, a Korean Blockchain Association (KBA) propôs um conjunto de regras para a autorregulação projetada de estabelecimento de padrões para a operação de corretoras criptomonetárias.

Publicado em 1 de outubro de 2018 por

O Gabinete de Ministros da Coreia do Sul decidiu remover legislativamente as empresas relacionadas à negociação de ativos digitais da categoria de negócios de risco. Isso foi relatado pela Cointelegraph com referência à mídia local.

O objetivo da iniciativa é “fortalecer a cooperação entre instituições” e proteger os cidadãos de “atividades ilegais” associadas a ativos digitais.

“Os incidentes registrados de lavagem de dinheiro e ameaças de hackers relacionados à venda de ativos digitais e operações em Blockchain nos forçam a criar uma definição para esse setor comercial. Ele será separado das empresas de capital de risco e retirado da estrutura reguladora relevante”, a mídia local explica a decisão do governo sul-coreano.

Em agosto deste ano, a Administração de Pequenas e Médias Empresas da República da Coréia já excluiu corretoras de criptomoedas da legislação que regulamenta empresas de risco. A nova emenda foi mais uma iniciativa legislativa baseada na decisão que foi tomada no verão.

Vale ressaltar que anteriormente relatamos um possível reconhecimento do mercado sul-coreano de criptomoedas como uma indústria separada.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment