THCC: Vitalik Buterin apresenta solução de dimensionamento Plasma

O fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, apresentou uma solução de dimensionamento para a rede ETH, o projeto Plasma, um sistema de Contrato Inteligente projetado para aumentar o potencial de computação da segunda maior plataforma de Blockchain do mundo.

Publicado em 11 de Março de 2018 por

O fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, apresentou uma solução de dimensionamento para a rede ETH, o projeto Plasma, um sistema de Contrato Inteligente projetado para aumentar o potencial de computação da segunda maior plataforma de Blockchain do mundo. A ideia foi descrita por Buterin na Ethereum Community Conference (EthCC), que está ocorrendo em Paris.

Note que o projeto Plasma, desenvolvido por Vitalik juntamente com o co-fundador da Rede Bitcoin Lightning, Joseph Poon, foi apresentada pela primeira vez em agosto do ano passado. O Plasma é um dos muitos projetos para aumentar a capacidade da rede Ethereum, que está em fase de desenvolvimento, e é interessante pela decisão de criar um nível de contratos inteligentes que possam interagir com a Blockchain principal.

Atualmente, os usuários precisam baixar e confirmar todos os Contratos Inteligentes no sistema Plasma, sendo que Buterin sugeriu uma maneira de limitar isso a um número de pontos de dados.

A principal vantagem é que a quantidade de dados que precisa ser processada pelos clientes é significativamente reduzida”, explicou Vitalik.

Em vez de baixar a história completa do Plasma, Buterin sugere que os usuários gerem as chamadas “moedas de plasma”, enviando um depósito ao contrato. Assim, em lugar de instalar e confirmar, os usuários podem simplesmente rastrear os tokens criados dentro do sistema.

“Agora, os usuários precisam verificar a disponibilidade e a correção da Cadeia de Plasma somente para um índice especial associado às moedas que querem gastar, que possuem e que estão interessados”, continuou Buterin.

A tecnologia foi criada por Buterin juntamente com os desenvolvedores Dan Robinson e Karl Floersh, e, de acordo com os criadores, ainda exige testes. No entanto, o fundador do Ethereum acredita que um sistema tão minimizado pode ter muitos usos – por exemplo, ele pode proteger os recursos das corretoras de criptomoedas no caso de um ataque de hackers em grande escala.

Assim, as corretoras podem funcionar com os fundos dos usuários não diretamente, mas fornecerem a funcionalidade dos livros de pedidos e amortizações de fundos com a ajuda de Contratos Inteligentes Plasma.

“Esperemos que, quando a próxima corretora, trabalhando com bilhões de dólares, com o código escrito por um desenvolvedor absolutamente incompetente, for pirateada, ninguém perca seu dinheiro”, disse Vitalik Buterin.

É importante notar que a tecnologia pode acelerar a solução para o problema de escalabilidade da rede, que é especialmente importante, pois a plataforma dificilmente pode se ajustar à sua crescente carga.

“Esta é apenas uma maneira simples de tornar o Plasma mais escalável e reduzir significativamente os requisitos para seu uso por usuários comuns”, explicou Buterin.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment