Ethereum clássico deveria sofrer um fork?

ETC estaria preparado pra um hard fork/

Publicado em 16 de outubro de 2016 por

Ethereum clássico deveria sofrer um fork? Essa é a pergunda que anda rondando a comunidade ethereum clássico, a moeda que surgiu de um hard fork, e que tem como slogan “Code is law”, precisa tomar uma decisão.

Se por um lado um fork se mostra necessário para que se desabilitem as funções usadas para rackear a blockchain ETH, por outro ela muda a blockchain em si, o que vai contra a ideia de muitos de seus desenvolvedores.

Um grupo dentro da rede ethereum clássico acredita que uma blockchain deve ser imutável, segundo o dicionário Priberam imutável é alguma coisa que não pode ser mudada, sua essência é e sempre será a mesma. Porém, sabemos que uma blockchain não é assim de fato, assim a questão a blockchain deve sofrer um fork em sua essência para que não sofra ataques como sua progenitora? Ou deve ficar a mercê de ataques para manter sua forma original?

a

A rede

Alguns sinceramente acreditam que um fork que torne a blockchain mais segura tem validade, o que não pode, e não deve, acontecer é um fork onde o desejo seja de apreensão de moedas correntes, mesmo que essas tenham sido roubadas.

Uma blockchain é confiável porque, em suma, tudo que está lá, sempre vai estar lá. Se ela for modificada, sempre que seus desenvolvedores acreditarem que estão fazendo justiça, a rede em si será comprometida uma vez que qualquer coisa poderá ser modificada.

Acredita-se que um meio termo entre mudar muito e não mudar nada, seja necessário. A rede precisa ficar livre dos buracos encontrados pelo hacker do DAO ou então, o ethereum clássico, também não será uma blockchain confiável.

A comunidade do ethereum clássico tem um grande desafio pela frente, eles devem optar por um fork? Ao ver de muitos, esse fork não seria como o que deu origem a moeda, esse veio com intuito de devolver moedas roubadas a investidores, o fork que se propõe ao ethereum clássico é um fork que torne a rede mais forte.

Sabe-se que isso vai contra seu código, mas o que fazer então? A blockchain também não pode ficar presa ao dogma de imutabilidade se essa imutabilidade só vai lhe causar prejuízos. Novamente,  um meio termo entre mudar e permanecer deverá ser adotado, tornando-a assim segura na medida em que suas modificações venham com intuito de melhorar sua segurança e nunca ressarcir prejuízos, sejam eles de quem forem.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment