Everledger entra no jogo para garantir a procedência dos diamantes

Especializada na mineração e processamento de diamantes, a empresa sul-africana De Beers compartilhou planos de introduzir a tecnologia de Blockchain em seus trabalhos.

Publicado em 16 de junho de 2017 por

No ano passado, foi o vinho. Esse ano são os diamantes, talvez os melhores amigos das mulheres que agora terão sua procedência registrada por uma blockchain da Everledger. Isso foi publicado na Finance Magnates.

O Singapore Diamond Investment Exchange (SDIX) anunciou que se associou à Kynetix e à Everledger para concluir a primeira parte de uma Prova de Conceito de autenticação, baseada em blockchain, e um serviço seguro de manutenção de registros para negociações de diamantes em uma bolsa global de commodities .

Publicidade

Publicidade

Linus Koh, CEO da Singapore Diamond Investment Exchange, disse: “Esta colaboração emocionante baseia-se no desejo da SDiX em fornecer tecnologias avançadas que permitam um mercado confiável, justo e transparente para a negociação de diamantes como uma classe de ativos. Este novo conceito baseia-se na capacidade de imutabilidade da blockchain, através dessa capacidade poderemos garantir a procedência dos diamantes negociados trazendo mais transparência e confiança a esse mercado”.

O chefe de desenvolvimento de negócios da Kynetix, Guillaume Kendall, disse: “Continuando nossa missão de construir confiança total em produtos físicos, acreditamos que essa integração inovadora da nossa plataforma Sentinel com a blockchain será mais um passo para reduzir os riscos associados às commodities de negociação e financiamento de forma global”.

Leanne Kemp

A fundadora e diretora executiva da Everledger, Leanne Kemp, disse: “Foi um prazer nos associar a Kynetix, uma poderosa combinação de tecnologia e propósito entrelaçados. Temos o prazer de fornecer a infraestrutura de blockchain líder no mercado, que é a chave para os serviços de verificação e arquivamento de dados da SDiX, e estamos ansiosos para trabalhar com o mercado na criação de ferramentas propositadas para permitir uma troca segura e rápida de diamantes físicos”.

Publicidade

Publicidade

Em dezembro do ano passado, a Everledger tornou-se a primeira organização a garantir a procedência de uma garrafa de vinho que foi registrada em uma blockchain.

Já em agosto de 2016, o presidente do Kimberley Process Certification Scheme, anunciou a iniciativa de blockchain da organização que visa impedir a circulação de “diamantes de sangue”.

Chrys

Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment