Família é presa por roubar eletricidade para minerar BTC

Publicado em 17 de dezembro de 2016 por

Oficiais chineses desmantelaram uma fazenda de mineração de BTC em Bengbu, na província chinesa de Anhui, por alocar ilegalmente energia elétrica da companhia local para minerar bitcoins. A polícia local apreendeu mineradoras ASIC e outros equipamentos utilizados na mineração da moeda digital.

Uma publicação local revelou que a família em questão usava energia caseira para minerar seus BTC. As moedas mineradas eram usadas para as despesas da família. De acordo com fontes a família já havia feito o bastante para pagar 8 anos de despesas futuras quando foi pega.

Publicidade

Publicidade

Seguindo o cabo

A companhia de energia local recebeu vários relados de perda de força ao longo de sua linha de transmissão. Normalmente a empresa tinha uma perda de aproximadamente 5% do poder total, mas desde Maio esta quantia aumentou em 97%.

Após a companhia elétrica descobrir o aumento incomum na perda de eletricidade, eles conduziram uma investigação formal para saber onde essa energia estava indo. A investigação conduzida tanto por técnicos quanto pela polícia de Bengbu revelou que um cabo desconhecido estava conectado à construção principal da vila.

Os inspetores seguiram o cabo, eventualmente descobrindo uma sala cheia de equipamentos de mineração como mineradores ASIC e tecnologias próprias para resfriamento.

Publicidade

Publicidade

Família inteira atrás das grades

Assim que os investigadores perceberam que a família estava roubando eletricidade da vila e da companhia elétrica, a polícia prendeu seus membros e confiscou todo o equipamento de mineração da dita fazenda.

Outras publicações também notam que em 2016, três locais de mineração de BTC foram desmantelados e 74 mineiros ainda estão detidos pelas autoridades chinesas, fazendo desta operação ilegal a quarta, elevando o número de presos para 77 até o momento.

Entretanto ainda é incerto se a família terá de ressarcir a companhia elétrica, que diz ter perdido por volta de $26.000 dólares como resultado do uso ilícito para a mineração de bitcoin.

Cada mineradora ASIC encontrada no local consumia 51 KW/h e a operação inteira consumia 1224 KW/h no total. Após várias custas de equipamento, a família conseguiu um lucro de $27.000 dólares nos últimos seis meses.

Conclusão

Então crianças, a moral da história aqui é: Minere BTC, mas não roube energia! Eu sei, eu sei, não faz o menor sentido ter que salientar isso, mas é a verdade. Contudo temos sempre que tentar observar a situação por outro ângulo e dessa vez, temos de pensar que pode ter algo além de apenas o roubo para as prisões, já que essa foi a 4.ª em escala do ano, apenas na China.

Dessa forma, se for fazer sua operação de mineração, as dicas são simples. Faça um planejamento decente, consiga espaço, de preferência em um lugar frio para não morrer com a conta de resfriamento. E se tiver oportunidade, faça sua própria energia, pois pode ser que eu esteja errado, mas se os mineiros forem realmente alvos de perseguição, então ficar fora da rede provavelmente é uma boa.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment