A maior corretora de criptomoedas chinesa, a OKCoin anunciou a possibilidade da retirada de fundos em um site orientado para comerciantes locais. Isso foi relatado no Twitter @cnLedger:

A mensagem diz que no momento a retirada de fundos está disponível somente para grandes quantidades (a partir de 10 BTC / 200 LTC / 1000 ETH).

O mercado reagiu bem e muito rapidamente a essas notícias: o preço do Bitcoin nas corretoras aumentou. Mas, um crescimento especialmente notável foi observado na OKCoin onde, pela primeira vez em muito tempo, o preço da Primeira moeda digital aumentou mais do que em outros plataformas líderes de negociação, incluindo Bitfinex e Bitstamp.

Conforme observado pelos usuários do Reddit, no último dia, o volume de negócios da OKCoin e de outras grandes bolsas chinesas, como a BTCC, dobrou.

Revendo os fatos

Em janeiro, representantes do Banco Popular da China (PBoC) começaram a verificar as atividades de negociação em Bitcoin nas corretoras BTCC, Huobi e OKCoin, resultando em uma descoberta de “situações supranumerárias”. Em particular, o órgão regulador anunciou que houveram  vários casos de violação da legislação contra a lavagem de dinheiro (AML).

Posteriormente, as bolsas de valores anunciaram a suspensão da retirada de fundos. No momento em que elas anunciaram suspensão das retiradas de valores, também afirmaram que isso vinha por uma instrução do PBoC. Contudo, mais tarde, elas informaram que essa iniciativa foi tomada por conta própria. As plataformas, no entanto, não comentaram essas declarações.

Um dia antes do anuncio da retomada das retiradas, a OKCoin anunciou que a partir de 1º de junho, passará a negociar  a criptomoeda Ethereum.