Fork do bitcoin, crise ou oportunidade

O Bitcoin bate recordes de capitalização novamente, e os especialistas ligam isso ao próximo fork Bitcoin Gold.

Publicado em 25 de março de 2017 por

A palavra chinesa “crise” consiste de dois Kanjis. Um significa “perigo”, e o outro significa “oportunidade”. Agora, apenas o preguiçoso não discute a “crise Bitcoin” e os perigos com que a moeda é ameaçada frente a um hard fork controverso, ainda mais com o já palpável Bitcoin Unlimited (BU). Mas será que toda essa confusão a cerca da escalabilidade do Bitcoin não esconde uma oportunidade de mercado única?

Nos últimos dias, a comunidade do Bitcoin tem estado permeada de noticias ruins e perturbadoras. As pools de transações estão cheias, e talvez a rede esteja próxima de seu limite máximo em termos de largura de banda, além de que os custos das transações estão muito altos e continuam a crescer.

Publicidade

Publicidade

Então BUM! Vem a noticia de que as autoridades chinesas agora exigem dos clientes nativos uma montanha de documentos e ate a declaração de rendas dos usuários – mais um pouco e vão pedir o exame de fezes deles também.

E então os mineiros, muitas pools estão se recusando categoricamente a ativar o SegWit, necessário para o desenvolvimento da rede. E para completar a infame noticia de que a ETF Bitcoin foi negada, e não podemos sequer esperar uma aprovação por agora, porque os reguladores dos EUA tem objeções fundamentais referentes ao comercio não regulamentado do BTC – se bem que na Ucrânia já é possível negociar Bitcoins na bolsa de valores local.

Para completar, um novo infortúnio caiu sobre nós, o fork do Bitcoin. Com uma rede dividida, esticada e empurrada como em um cabo de guerra entre o Bitcoin Core e o Bitcoin Unlimited.

Chegamos ao Fork

Bem… isso não é nada novo para aqueles que estão acompanhando a série “Como aumentaríamos o tamanho dos blocos”, até mesmo a ordem da repetição do enredo é irritante, com muitos episódios com temas parecidos apenas para encher linguiça.

Fora isso, surgiu um grupo de ativistas insatisfeitos com o fato de que os desenvolvedores do Core tiveram muito tempo para estudar as mudanças do código, e obstinadamente se recusam a fazer quaisquer movimentos agressivos ou engraçados para mudar o consenso da rede.

Os ativistas têm repreendido por muito tempo os conservadores do Core, usando como exemplo o Fork do Ethereum. O Core, por sua vez, censura as opiniões das pessoas contra suas ideias e assim vamos nós.

Eles lançam seu “novo” e melhorado Bitcoin, com uma trilha sonora para nomes do tipo XT, Unlimited, Extremo ou SuperTruper, com toda a pompa e cerimonia. E então eles são imediatamente apoiados pelo irrepreensível Roger Ver, que lhes dá alguns milhões de dólares e um belo site, e taca-lhe pau a escrever código, ele promove o tópico através de seus poderosos recursos de relações publicas e um exercito de comentaristas pagos.

E, de repente, como se surgidos das entranhas dos céus, existe um grande numero de nós do “novo Bitcoin”, e a quota da rede começa a crescer. Dizem-nos que este novo Bitcoin está prestes a se tornar o verdadeiro Bitcoin, sacudindo o monopólio viscoso e obscuro do Bitcoin Core.

Os usuários do Bitcoin assistem mais esse episodio da trama, e aguardam ansiosamente o próximo capitulo da serie, fumam nervosamente, proclamam maldiçoes nos fóruns, perdem a fé na humanidade e, com um incrível esforço, resistem à tentação de vender todos os seus Bitcoins para o diabo. Segurar ou não segurar, eis a questão, no que se refere ao Bitcoin nesse momento de extrema agonia.

Em seguida, todo esse alvoroço, de repente, de alguma forma, gradualmente cai, e finalmente, eventualmente desaparece depois de algum tempo. O Bitcoin XT? Some, se transforma em um eco distante, um candidato falho para os “ditadores benevolentes do Bitcoin Core”, responderão tais ativistas.

Maik Hearn deixou o Bitcoin Core, batendo a porta com um som estridente e alto. Esse mesmo destino teve o Bitcoin Classic, e muito provavelmente esse será o destino para o Bitcoin Unlimited e seus lutadores.

Volume de negócios interessante

Mas… espera, parece que dessa vez as coisas saíram do script bem trabalhado do Core, e conseguiu uma interessante reviravolta. O fato é que todos os Bitcoins SuperTruper anteriores não tinham nenhum apoio dos mineiros, logo, tudo estava limitado apenas a abusos nos fóruns, ataques DDoS mútuos e histéricos.

Ao mesmo tempo, os adeptos do Bitcoin Unlimited levaram em conta a experiência de derrotas anteriores e garantiram o apoio dos mineiros a seu projeto. Além disso, eles conseguiram atrair não apenas mais um para seus negócios, mas o próprio “rei chinês da mineração”, Jihan Wu.

jihan

Vamos repassar aqui apenas alguns detalhes sobre Jihan Wu, esse personagem enigmático que muda as coisas na nossa trama. Jihan Wu, para quem não sabe, é o ganso dos ovos de ouro, ele é o chefe da maior pool de mineração, a antpool (e, segundo rumores, o proprietário de várias outras pools “independentes”, como a ViaBTC).

E, além disso, através de sua empresa Bitman, ele é o maior fabricante de equipamentos de mineração de Bitcoin. E mesmo tudo isso não descreve completamente nosso ilustre personagem, e a escala de sua influencia.

Mais de 80% das mineradoras chinesas operam atualmente com equipamentos da Bitman, e dependem de Jihan Wu, se eles vão receber equipamentos de nova geração, ou não.

E isso é muito importante para eles, tendo em vista as condições de mineração do Bitcoin. Ainda temos a significativa participação de Jihan Wu no mercado de varejo do Bitcoin para pessoas físicas.

Os modelos AntMiner já passaram por 9 iterações tecnológicas e são legitimamente considerados os melhores da sua classe. Virtualmente, TODOS os varejistas da última geração, que estão disponíveis agora em lojas online, são AntMiner. E todos eles são configurados por padrão para a mineração na pool AntPool.

“Bondade” no coração corporativo

Por que o “rei da mineração” decidiu repentinamente apoiar o Bitcoin Unlimited? Será que ele realmente não entende as desgraças que podem advir no caso de uma divisão da rede?

Será que ele não percebe que isso pode derrubar os preços do Bitcoin e comprometer seu negocio, ou pelo menos minar seus lucros? E por que essa mudança de humor justo agora, enquanto em todos os movimentos do passado para “um Bitcoin melhor” ele se manteve indiferente, existem muitas versões, mas elas são diversificações de duas versões básicas.

Primeiro, o motivo do dinheiro. Na verdade, um bloco menor é benéfico para os mineiros, uma vez que traz um aumento na comissão por transações. Essa comissão já chega à casa dos 15% de premio por bloco, e isso ainda está longe do limite.

Portanto, os mineiros estão interessados em limitar o tamanho do bloco e não permitir que as transações saiam da rede. Mas agora, o Bitcoin Core ofereceu a seus usuários o SegWit, que reduz significativamente  o pagamento das transações, além disso ele também permite a criação da Lightning Network com garantias de transações fora da blockchain.

Naturalmente, isso vai reduzir o pagamento das transações, e obviamente os mineiros não estão muito felizes com isso. O Bitcoin Unlimited deixa a decisão sobre o tamanho dos blocos…(você não vai acreditar)… a decisão fica por conta dos mineiros!

Veja bem, eles esperam que os mineiros sejam nobres, e que decidam contra interesses próprios, e aumentem os blocos. Olhando por esse lado, podemos entender a decisão da maioria dos mineiros de apoiar o Bitcoin Unlimited.

Em segundo lugar, a questão da influencia pessoal. O fato é que a “revolução ASIC” no equipamento de mineração da Bitmain esta prestes a terminar. O formato dos chips ASIC para mineração está muito próximo do limite do nanômetro da Lei de Moore, e um crescimento substancial adicional em sua produtividade será impossível.

Isso significa que esses chips esperam comoditização – uma queda acentuada no valor, quando em vez de vantagens tecnológicas, os fabricantes terão que se concentrar nas quantidades de produção em massa para obterem lucro, ou seja, volume em lugar de qualidade.

Dessa forma, a partir da corrida tecnológica por equipamentos escassos e atualizados, a indústria de mineração passará a um estado de superprodução de equipamentos, quando o principal fator de produção será a eletricidade e não a eficiência dos equipamentos.

Além disso, haverá uma descentralização da mineração, porque haverão muitos fabricantes de equipamentos de mineração baratos para a mineração caseira. A influência do “rei da mineração”, Jihan Wu com seu quase monopólio em equipamentos escassos, deve enfrentar forte concorrência de mercado.

Por agora, essa influencia está no auge e, que melhor momento para ele reformar o Bitcoin “para si”, e, não se engane! É assim que ele vê o Bitcoin Unlimited, porque a sua versão de consenso fixa a posição especial das grandes mineradoras, e em geral, altera o equilíbrio de interesses no sistema em favor dos mineiros.

Aaaaa, estamos em crise, tudo está perdido!

No início, Jihan foi cauteloso, não expressando diretamente seu apoio ao Bitcoin Unlimited. Basicamente, para o BU e contra SegWit, suas marionetes, não a AntPool em si, votaram.

Mas, gradualmente, o segredo tornou-se óbvio e, recentemente, Jihan declarou abertamente que iria votar para o BU ser implementado e pedia que os outros também o fizessem.

A AntPool começou a mudar para o protocolo do BU (ou pelo menos sinalizar a seu favor), e assim, o BU excedeu 45% do número de blocos minerados recentemente. Isso fica muito perto da maioria em hashrate. Mas você não deve esquecer que, além do BU que tem uma votação esmagadora entre os mineiros, existem outras soluções para aumentar o tamanho dos blocos do Bitcoin (veja o gráfico abaixo).

big-blocks

Nesse meio tempo, a votação em favor do SegWit empacou em 30%, e não saiu mais do lugar – e ele precisa de 95% para ser ativado. Assim, de acordo com a capacidade de mineração, o Bitcoin Unlimited tem uma vantagem significativa no momento.

Aparentemente, os partidários do Bitcoin Unlimited foram aumentando silenciosamente sua participação na rede, até a vantagem de 75% e mais (para isso Jihan está construindo um gigantesco data center para mineração, aparentemente com o dinheiro de Roger Ver).

Depois disso, todos poderiam ficar embaraçados por fazerem um fork em favor do Bitcoin Unlimited e usando as propagandas de Ver, bradando em alto e bom som para o mundo inteiro que este “é o Bitcoin”, porque por trás dele está a maioria do poder de mineração.

“E essa merda de SegWit do Bitcoin Core” (provavelmente diriam isso), seria apenas um minoritário restante do fork, não interessando a ninguém, exceto aos maximalistas estúpidos, a Coinbase e as outras corretoras de Bitcoin centralizadas que apoiariam esse golpe pelo peso de sua própria autoridade. Em principio, se tudo correr voltado para isto, tal cenário poderia rolar. 

Mas, então a implementação de um plano tão legal estragou a negociação de Bitcoin. Ainda não, calma. Em uma declaração conjunta, vinte das principais bolsas, anunciaram que no caso de uma divisão da blockchain do Bitcoin, elas listarão o Bitcoin Unlimited, mas como BTU, apenas outra Altcoin, e deixarão a sigla BTC para a rede de apoio do Bitcoin Core, apesar do tamanho e poder de mineração do BU.

E eles também exigiram que os desenvolvedores do Bitcoin Unlimited protejam os usuários de “ataques de repetição”, o que tornará este fork  incompatível com a grande maioria dos clients “leves” do Bitcoin.

Se o fork do BU for realizado nessas condições, em vez de tomarem o controle do Bitcoin, seus adeptos receberão apenas uma Altcoin, que simplesmente tem a mesma distribuição do Bitcoin real (pelo menos no momento da separação).

E é por isso que todos estão esperneando, tanto Jihan Wu começou a ter espasmos no twitter, Roger deu xilique e fez birra, e o chefe da Coinbase, Bryan Armstrong recusou-se categoricamente a assinar a declaração das outras bolsas alegando que: “é contrário aos interesses dos usuários”.

Os defensores do BU dizem que a luta está longe de acabar, eles simplesmente não vão largar o osso assim. De acordo com dados não oficiais, Roger Ver e Olivier Jansen trouxeram uma quantidade significativa de Bitcoins para as corretoras e começaram a vendê-lo, o que desencadeou uma queda nos preços do BTC nesses últimos dias.

Além disso, Roger começou a inflacionar as criptomoedas, a capitalização das Altcoins que ele suporta como uma “alternativa para o Bitcoin”: Ethereum, Dash, Zcash  – para mostrar que “os usuários de Bitcoin estão insatisfeitos com os ditames do Core e maciçamente irão para as Altcoins”.

Como resultado, o preço desses tokens, que supostamente não eram necessários para ninguém ontem (e não serão necessários para ninguém imediatamente após Ver decidir jogá-los no chão), literalmente aumentou várias vezes em poucos dias.

Em geral, o caso é claro, aqui e qualquer um pode ver: no Bitcoin, a crise estourou.

Então, fica claro quem é o culpado, mas vamos ao fato principal, o que se pode fazer?

Em bem solo fertilizado o grão cai e brota rapidamente, e a duvida cresce. E agora, o que será melhor fazer? Talvez, seja melhor nos livrarmos desses Bitcoins não confiáveis, que também de alguma forma podem ser forjados incompreensivelmente, e ficar longe de toda essa confusão! Talvez, quem sabe, devemos investir em rublos, dólares, reais, ou sei lá, coisas mais estáveis no momento. Mas este não é o caminho certo, parceiro!

Primeiro, tantas pessoas pensam apenas na probabilidade do fork ser refletido no preço do Bitcoin, mas isso já está acontecendo! Por que mais você acha que o preço do BTC caiu mais de 30% de seu pico? E isso é contra o pano de fundo da historia, que mostra o interesse crescente no mundo, um volume recorde de transações e encolhendo após o volume da oferta de novos Bitcoins!

Em segundo lugar, por conta do fork, muitos estão apenas esperando, não comprando Bitcoins, e a demanda em espera está crescendo. E, de repente, se não haverá fork? E se o BU silenciosamente (ou fazendo muito barulho) seguir o mesmo caminho dos Bitcoins SuperTruper que vieram antes dele?

Ou será que os usuários se unirão, concordando em ativar o Segwit sem os mineiros, e esses lutarão com a maioria força econômica do ecossistema? Ou em geral o compromisso será alcançado: SegWit juntamente com o aumento do tamanho do bloco em duas vezes?

O que acontece, então, com o preço do BTC, heim? Tem certeza de que você será capaz de saltar no trem, quando este já estiver em movimento? Quando toda a demanda atrasada por causa das incertezas caírem no mercado como o martelo do Thor?

E por que precisamos desses planos infalíveis e reserva em dinheiro, se nosso objetivo final é aumentar o numero de Bitcoins em nossas carteiras? Crise detectada, mas sabemos com certeza de uma coisa, na perspectiva de investimentos de longo prazo, nada se compara a nosso ouro digital. Portanto, nosso método é usar as oportunidades cridas por essa crise em potencial para aumentar o volume de nossos Bitcoins.

Felizmente essas oportunidades existem, e para isso não é necessário esperar o fork (que pode vir, ou não), mas você pode fazer isso agora. Você não precisa vender seus Bitcoins por moeda corrente. Pelo contrario, aumentaremos nossos BTCs dependendo da situação do mercado, talvez duas ou mais vezes.

Então, a melhor ideia é tentar lucrar com a situação atual, tendo em mente que provavelmente o Bitcoin não irá cair ou sumir de circulação, não importa o cenário que ocorra. Aproveite para multiplicar seus Bitcoins nesse período, pois assim que ele passar não sabemos quando será a próxima oportunidade!

Este artigo foi livremente adaptado a partir do portal de notícias bitnovosti.com

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment