Forks do Bitcoin: borboletas-efêmeras ou sucessores potenciais?

O Bitcoin bate recordes de capitalização novamente, e os especialistas ligam isso ao próximo fork Bitcoin Gold.

Publicado em 29 de outubro de 2017 por

O Bitcoin bate recordes de capitalização novamente, e os especialistas ligam isso ao próximo fork Bitcoin Gold.

O tamanho máximo do bloco da Blockchain original do Bitcoin Core é de 1 MB, e os blocos aparecem uma vez a cada 10 minutos. Em 2009, isso foi mais do que suficiente, mas em 2014, ficou claro que essa largura de banda era muito pequena em comparação ao apetite do mercado. Então, a criptcomunidade pensou em escalar a Blockchain do Bitcoin. Os especialistas sugeriram aumentar o tamanho do bloco até 8.000 vezes.

Enquanto isso, os atrasos nas operações com a criptomoeda estavam crescendo: os usuários esperavam transferências por dias. Em 2015, apareceram três variantes alternativas do Bitcoin – Bitcoin XT, Bitcoin Classic e Bitcoin Unlimited. Mas nenhum deles recebeu o apoio necessário.

Em 2016, os desenvolvedores do Bitcoins começaram a falar sobre o SegWit, um conceito pelo qual parte dos dados seria retirada da Blockchain, liberando assim o espaço para transações. Nem todos concordaram com a atualização, pesando que seja uma solução temporária. Como resultado, pela primeira vez na história, mesmo antes da ativação do SegWit em agosto de 2017, uma nova moeda Bitcoin Cash (BCH) se separou do Bitcoin com um bloco que era oito vezes maior. Hoje em dia não é mais tão popular e custa cerca de US $ 300.

Em 24 de outubro de 2017 apareceu outra criptomoeda, que se separou do Bitcoin Core durante o segundo hardfork. O Bitcoin Gold com um ticker BTG promete uma miineração no GPU.

Os especialistas da empresa de Blockchain financeira Finom compartilharam sua opinião sobre a peculiaridade do próximo fork e como sua aparência afetará o mercado.

Dmitry Gollandtsev, diretor da estratégia da Finom

O Bitcoin Core foi atualizado várias vezes com softforks, mas a primeira bifurcação da cadeia ocorreu em 1 de agosto de 2017. O bloco numerado 478 559 apareceu simultaneamente em dois formatos: Bitcoin Core e Bitcoin Cash. As transações subsequentes começaram a ser registradas em ramos diferentes, enquanto o passado era comum para os dois. De fato, surgiu uma nova criptomoeda, porque uma grande parte do mercado apoiou o fork. Os mineradores transferiram suas capacidades para esta moeda, e as trocas adicionaram o Bitcoin Cash aos pares de moedas disponíveis para negociação.

Isto pareceu com criação de uma realidade alternativa. Todos os proprietários de Bitcoins manteram-nos após o fork e receberam uma quantidade correspondente dos Bitcoin Cash absolutamente grátis. Em meados de agosto, o preço da nova moeda subiu para US $ 800, em que os especuladores ganharam muito.

No caso do Bitcoin Gold, o mercado está esperando o mesmo. As pessoas esperam dobrar suas poupanças sem dificuldade. Enquanto isso, o Bitcoin está muito volátil para fazer previsões precisas. Durante os forks, ele se comporta de forma ainda mais imprevisível do que o habitual. No momento as pessoas estão comprando bastante para obter moedas do novo galho, mas é dificil dizer se eles venderão massivamente os Bitcoins logo após o o fork. É bem  provável, que a atenção será focada no Bitcoin Gold, especialmente se as trocas forem favoráveis a ele. Em longo prazo, esses jogos não afetarão o Bitcoin Core.

Kirill Suslov, CEO da Finom e fundador da TabTrader

De acordo com nossas previsões, em cinco anos, o preço do Bitcoin chegará a US $ 55.000. Isso é facilitado pela crescente popularidade das criptomoedas e pelo desenvolvimento da infraestrutura de Blockchain. Outro fator de crescimento é os forks do Bitcoin.

Existe sempre o risco de uma nova moeda se tornar mais popular do que o original. É claro que o Bitcoin é a primeira criptomoeda, o pai de todas as moedas. Durante 7 ou 8 anos, o mercado tinha sido amarrado nele. Quando alguem fala sobre a criptomoedas, as pessoas em primeiro lugar costumam mencionar o Bitcoin, ele está em todas as manchetes de revistas populares; Mas com a proliferação de novas ferramentas – altcoins e ICOs – esse poder todo pode enfraquecer se não acompanhar os tempos. Os forks estimulam o desenvolvimento do protocolo do Bitcoin, proporcionando uma boa competição entre os desenvolvedores.

A Blockchain do Bitcoin é uma tecnologia aberta. A qualquer momento, um programador pode vir e criar algo que vai matar o núcleo. Eu compararia a Blockchain do Bitcoin com um rio. Devido à chuva, sol, vento ou ações humanas, seu curso está mudando. Na primavera, as aguas saindo das fontes estão cheios de água, mas os mesmos secam no verão e congelam no inverno. Um cataclismo ou barragem global são capazes de remodelar o terreno tanto que o rio irá mudar de curso, jogar toda sua massa para um dos riachos e formar um novo canal.

Existe alguma coisa especial sobre o Bitcoin Gold? Eu não acho. Alguns o chamam de panaceia, outros – de uma farsa. No Reddit veio um artigo devastador sobre a nova moeda, mas não podemos saber que tipo de fork realmente é até viver ele. Provavelmente, o Gold terá apoio, mas o tempo que a nova moeda permanecerá no top é desconhecido. Eu não recomendaria comprá-lo para um longo período de tempo, ou até mesmo para meio prazo. É bem provável, que a moeda sofrerá o destino do Bitcoin Cash: um aumento acentuado, uma queda rápida e um alinhamento tímido. Os forks ainda são muito crus para se tornar sucessores do Bitcoin.

Forks do Bitcoin: borboletas-efêmeras ou sucessores potenciais? BTCSoul.com

Dados: Coinmarketcap

Anton Trusov, Diretor de Tecnologias Inovadoras da Finom e fundador da Nanopool

A proposta-chave dos adeptos do Bitcoin Gold é mudar o algoritmo de hash de SHA-256 para Equi-hash que é resistente a ASICs e, consequentemente, fazer uma transição para a mineração GPU. Esse algoritmo é usado no ZCash. Ele supostamente reduzirá a centralização da rede Bitcoin, criada por mineradores grandes, grupos e produtores de ASIC, mas estes dificelmente vão apoiar a iniciativa. Talvez o novo fork seja apenas um passo PR de uma grande empresa de mineração, LightningASIC. O criador do Bitcoin Gold Jack Liao é o gerente geral dessa empresa. Uma coincidência?

Em qualquer caso, a mineração da nova moeda permanecerá sem lucro por muito tempo ainda. É só possível ganhar com o Gold nos primeiros meses após o lançamento. Foi assim com o Bitcoin Cash também. Devido ao pequeno número de mineradores, a extração dessa moeda foi mais fácil do que a do Bitcoin Core. O mesmo algoritmo hash permitiu uma transferencia rápida das capacidades do núcleo para o cache. Os mineradores sucumbiram à tentação, e a popularidade da novidade disparou – e com isso o preço também. Mas daqui a pouco tinha mineradores demais, e a rentabilidade da extração caiu. A moeda não foi salva nem por tamanho do bloco de 8Mb, nem por inovação no protocolo.

O fato é que se mais de 80% dos mineiros migram para um novo ramo, seja Bitcoin Cash, Gold ou outro fork, a desaceleração do núcleo torna-se crítica, mas a probabilidade disso é muito pequena. Mesmo que um terço dos mineradores saia, o tempo do bloco só aumentara por três minutos. A rede corrigirá a complexidade da mineração dentro do periodo de no máximo 18 dias.

Teoricamente, um bom fork pode substituir o original, mas para isso, este novato precisa ser economicamente, tecnicamente e, principalmente, ideologicamente melhor. Por enquanto se trata de apenas borboletas-efêmeras. Eles circulam em torno do Bitcoin e chamam a atenção para ele. E as pessoas, perdendo interesse em ganhar rapidamente com um fork, ficam esperando o próximo.

Fonte: Revista ForkLog

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment