Freelancers da Índia descobrem magia do Bitcoin

Esta nova parceria é projetada para permitir que freelancers ou funcionários na Índia possam receber uma taxa melhor sobre os pagamentos.

Publicado em 22 de dezembro de 2016 por

A atividade do Bitcoin na Índia tem crescido nos últimos meses, e uma nova parceria entre a exchange de Bitcoin, a Unocoin e o serviço de folha de pagamento, Bitwage, pode ajudar esse crescimento a continuar. Esta nova parceria é projetada para permitir que freelancers ou funcionários na Índia possam receber uma taxa melhor sobre os pagamentos que recebem de fora do país.

Os freelas na Índia já estão aproveitando a oportunidade, dizendo aos seus empregadores para pagá-los via Bitcoin, em vez de PayPal, e a Bitwage tem  potencial para tornar o processo de pagamento via Bitcoin muito mais simples para os trabalhadores remotos no país.

Publicidade

Publicidade

Oportunidades de arbitragem para Bitcoin na Índia

As taxas de câmbio do Bitcoin na Índia foram muito maiores do que as taxas encontradas nos Estados Unidos ou China devido à falta de liquidez no país. O ativo digital foi negociado em um valor 20% maior em comparação com as taxas de outros países no mês passado.

“A razão pela qual o preço na Índia é tão alto é porque as empresas como a nossa não são capazes de fazer frente às exchanges estrangeiras devido ao controle de capital, o que significa que não somos capazes de enviar grandes transferências bancárias a cada dia ou dois”, disse Presidente e Co-Fundador da Unocoin, Sunny Ray em novembro.

Os pagamentos internacionais trazem a liquidez do Bitcoin á Índia

Naturalmente, os preços do Bitcoin na Índia agora se normalizaram um pouco. “Se houver uma oportunidade de ganhar dinheiro, os indianos vão descobrir uma maneira de capitalizar”, disse Ray. “A arbitragem acabou por desaparecer porque as pessoas do estrangeiro iriam comprar Bitcoin e, em seguida, enviá-los para cá para as pessoas na Índia, até que os mercados se normalizassem novamente (entre muitos outros fatores)”.

Na opinião de Ray, as remessas e outras formas de pagamentos internacionais têm sido a maneira perfeita de trazer mais liquidez para a Índia, porque permite que as pessoas no país ganhem um algum valor a mais no processo. Esses novos aplicativos de remessa são alimentados pela API da Unocoin.

A Associação: Bitwage e Unocoin

Embora já tenha sido possível para os freelancers indianos serem pago em Bitcoin, a Bitwage agiliza o processo para ambos os lados de uma transação. Um empregador pode pagar com sua conta bancária em uma extremidade e o funcionário recebe Bitcoin em uma conta Unocoin na outra extremidade. O Bitcoin pode ser imediatamente convertido em rupias indianas, o que significa que os trabalhadores não precisam se preocupar com a liquidação do ativo digital.

Este é um exemplo de duas empresas fornecendo um produto valioso, baseado em Bitcoin, que pode ser atraente para aqueles que ainda não estão interessados no sistema de caixa digital peer-to-peer por razões ideológicas. No passado, alguns investidores, como o sócio-gerente da Blockchain Capital, Brock Pierce, observaram que as empresas mais bem sucedidas em relacionamentos de Bitcoin podem ser os que abstraem as dificuldades técnicas da moeda digital.

De acordo com um comunicado de imprensa sobre a parceria entre da Bitwage e da Unocoin, um empregado na Índia que recebe US$ 1.000 dos Estados Unidos, recebe 8% a mais quando pago via Bitwage, em vez de via PayPal, embora essas taxas não sejam cravadas em pedra. Trabalhadores na Índia que são pagos via Bitwage essencialmente recebem um aumento de 4% em seu salário.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment