Fundadores do infame The DAO recebem US$ 2 milhões de investidor anônimo

A startup alemã Slock.it, anteriormente conhecida como uma das criadoras do The DAO, anunciou que recebeu US$ 2 milhões em investimentos.

Publicado em 31 de março de 2017 por

A startup alemã Slock.it, anteriormente conhecida como uma das criadoras do The DAO, anunciou que recebeu US$ 2 milhões em investimentos para criar o projeto Universal Sharing Network (USN).

O mistério por trás do investimento

O objetivo do projeto USN é revolucionar a economia conjunta, fornecendo empresas e indivíduos com a capacidade de vender ou alugar conjuntamente qualquer objeto conectado à Internet das Coisas (IoT) de forma fácil e segura.

Publicidade

Publicidade

Com base na blockchain publica Ethereum, a plataforma irá fornecer aos clientes um conjunto de aplicações moveis e para desktop que tornarão possível encontrar, localizar, alugar e gerenciar objetos de qualquer lugar do mundo usando contratos inteligentes.

“A solução da Slock.it não se limita a blockchains inteligentes e, após a implantação, a USN conectará o bloco ao mundo físico. Na verdade, qualquer instalação anexa – veículos, aparelhos elétricos e roteadores – serão identificados e serão capazes de enviar e receber pagamentos “, disse o CEO da Slock.it, Christoph Jentzsch.

Segundo a empresa, a USN será um produto para o setor B2C (Business-to-consumer). O lançamento da versão beta está previsto para o próximo ano. Note-se também que a Slock.it não produzirá o próprio dispositivo – esta parte do processo será atribuída a futuros parceiros.

Misterioso investidor

Ninguém da empresa informou sobre a identidade do investidor. Entretanto o representante da startup afirma que todo o processo de devida diligência quanto aos fundos foi concluída com sucesso.

De acordo com esse mesmo representante, as negociações sobre como atrair financiamento começaram há cerca de seis meses, e nesta fase, o investidor também prefere não revelar seu nome. No entanto, espera-se que esta informação se torne pública no futuro, quando a startup fará uma declaração mais ampla.

A Slock.it planeja contratar pelo menos cinco novos funcionários, incluindo um desenvolvedor de aplicativos móveis, um desenvolvedor de software com experiência no campo de IoT e um gerente de negócios para vender produtos e estabelecer ligações com fabricantes de fechaduras, bicicletas, carros e etc.

The DAO

Em maio de 2016, com a participação direta da Slock.it, foi lançado o The DAO, o primeiro Fundo de Risco Descentralizado baseado no Ethereum. Seu primeiro projeto foi desenvolver e lançar o mercado de massa, o Ethereum Computer – uma plataforma para o uso de qualquer aplicativo descentralizado a partir do ambiente familiar de um computador pessoal, smartphone ou home theater, bem como desenvolver aplicações para a rede Ethereum.

No entanto, o empreendimento, como você sabe, terminou de forma muito triste: um intruso, que permanece desconhecido até hoje, aproveitando uma vulnerabilidade no contrato, retirou cerca de US$ 60 milhões.

E, embora posteriormente os investidores finalmente conseguissem seu dinheiro de volta, essa devolução foi feita de forma extremamente controversa de forma que dividiu a comunidade – não só ela na verdade – através de um hard fork, onde a própria blockchain do Ethereum se dividiu o que resultou na criação do Ethereum Classic, cujos fundadores se recusaram a apoiar a mudança de código forçada.

Lembre-se também que em novembro passado Christoph Jentzsch anunciou o lançamento de uma nova iniciativa, o Charity DAO. Seu objetivo era aumentar a transparência das atividades das organizações de caridade e, se bem-sucedida, aumentará a atividade e a motivação dos doadores.

Formalmente o Charity DAO não é um produto da Slock.it, mas, mesmo assim parte da equipe de desenvolvimento do projeto é composta de especialistas da  Slock.it, como informado por Jentzsch.

A iniciativa ao que parece caiu num certo limbo, e não se ouve mais falar dela. No próprio blog DAOhub, onde o projeto foi originalmente anunciado, desde então, apenas uma entrada recente parecia dedicada a como evitar a emoção em torno da ICO.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment