Fundo de Pensões da Rússia empregará contratos inteligentes para contratos de trabalho

O Nono Tribunal Arbitral de Apelação de Moscou tomou uma decisão que obriga o empresário Ilya Tsarkov a transferir o acesso de sua carteira criptográfica para reabastecer a propriedade da falência.

Publicado em 30 de agosto de 2018 por

O Fundo de Pensões da Rússia empregará contratos inteligentes no rastreamento de informações sobre contratos de trabalho entre empregadores e funcionários. Isto foi relatado pelo Izvestia com referência ao serviço de imprensa do Fundo.

Para este fim, até o final do ano, será preparada uma iniciativa de Blockchain que unirá todos os sistemas de informação do Fundo de Pensões.

Espera-se que a introdução da tecnologia de registro distribuído (DLT) permita que o Fundo reduza os custos de armazenamento de dados e proteja os residentes do país contra fraudes por parte dos empregadores ao concluir contratos de trabalho.

Vale notar que, de acordo com os dados do Serviço Federal do Trabalho e Emprego, em 2017, foram arquivadas cerca de 465 mil queixas dos cidadãos sobre violações dos direitos trabalhistas.

“A plataforma digital do Fundo de Pensões deve, por um lado, reduzir significativamente os custos de transação do Fundo e, por outro, garantir seu desenvolvimento proativo em meio à digitalização da economia russa”, acrescentou a agência.

A data exata de introdução da tecnologia DLT e contratos inteligentes no sistema de Fundo de Pensões não foi divulgada, sendo que, no entanto, o serviço de imprensa especificou que o processo de digitalização será gradual.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment