GDAX não dará suporte para Bitcoin Unlimited

Charlie Lee, diretor de engenharia da Coinbase, enfatizou que não permitirá que a GDAX, braço de câmbio digital da Coinbase, suporte Bitcoin Unlimited (BU).

Publicado em 13 de março de 2017 por

Charlie Lee, diretor de engenharia da Coinbase e criador da Litecoin, enfatizou recentemente que não permitirá que a GDAX, braço de câmbio digital da Coinbase, suporte Bitcoin Unlimited (BU).

Em uma declaração, Lee escreveu:

“É extremamente arriscado para GDAX ou qualquer intercâmbio apoiar uma cadeia de BU como está. É instável porque a qualquer momento pode ser aniquilado. Não há absolutamente nenhuma maneira que eu deixaria GDAX tomar a decisão imprudente de apoiar o código BU como ele é”.

Publicidade

Publicidade

Lee discutiu ainda mais o impacto que um hard fork poderia ter no desenvolvimento e na saúde em longo prazo da rede de Bitcoin, especialmente se conduzir a uma partição da blockchain, onde duas redes de Bitcoin coexistirão, similar ao caso do Ethereum/Ethereum Classic.

Coinbase e GDAX em apoio do SegWit

Nos últimos meses, Lee e o CEO da Coinbase, Brian Armstrong, expressaram seu apoio à escalabilidade da equipe de desenvolvimento do Bitcoin Core e à solução de maleabilidade de transações, Segregated Witness, daqui em diante SegWit.

Em janeiro, Armstrong declarou:

“Andei estudando mais sobre o SegWit, acho que devemos ativá-lo. É o melhor caminho para o Bitcoin neste ponto. “

Na época, a comunidade preferia o SegWit sobre o Bitcoin Unlimited, principalmente devido à diferença técnica nas atualizações. O Segwit é um soft fork. Isso significa que os blocos considerados válidos pela versão mais recente das regras também são válidos na versão antiga. No entanto, os hard forks não são compatíveis com a versão anterior e apresentam maiores riscos de segurança devido à possibilidade da ocorrência de uma divisão da blockchain.

Em sua recente série de declarações, Lee explorou mais profundamente as questões de segurança de uma dificuldade e o impacto que essas questões poderiam ter na rede como um todo. Caso o Bitcoin Unlimited seja ativado como um hard fork, e a rede se divida em duas, o hashrate será distribuído entre a versão do Bitcoin Core e a do Unlimited.

No entanto, como o Bitcoin Core não aceita blocos maiores do que um megabyte, já os blocos do Bitcoin Unlimited, que como o nome sugere, não possuem tamanhos de bloco específicos, logo não serão compatíveis com o Bitcoin Core.

Em outras palavras, enquanto o Bitcoin Unlimited será capaz de suportar blocos do Bitcoin Core, o cliente do Bitcoin Core não será capaz de verificar blocos maiores que um megabyte.

“O Bitcoin Unlimited (BU) é uma atualização hard fork para o Bitcoin. Isso significa que a cadeia BU aceitará uma cadeia de todos os tamanhos de blocos. Considerando que a rede do Bitcoin Core (BC) não aceitaria qualquer bloco maior que 1 mb. O que isto significa é que, se em qualquer ponto, a cadeia do Bitcoin Core crescer mais (em PoW) do que a cadeia BU, o client BU reorganiza a cadeia BC. Todas as transações BU existentes serão descartadas em favor de tudo o que está na cadeia BC. E GDAX estaria no meio da confusão”, explicou Lee.

O fator China

De acordo com a lista de adoção do SegWit no site Bitcoincore.org, as maiores empresas da indústria de Bitcoin, incluindo Coinbase, Blockchain.com e Bitfury estão seguras. A maioria das plataformas de carteira e provedores de serviços Bitcoin estão apoiando o SegWit, apesar do crescente mercado de taxas.

O Bitcoin Unlimited está sendo impulsionado e apoiado por mineiros, especialmente pelos chineses. Parece haver um consenso entre a comunidade chinesa de mineração para apoiar o Bitcoin Unlimited, a fim de aumentar o tamanho do bloco de Bitcoin e acolher mais usuários e transações.

Ainda é difícil especular quais soluções serão implementadas. Os argumentos são que o SegWit altera muito da camada do Bitcoin e que o Bitcoin Unlimited é um hard fork poderia levar a situações perigosas que a comunidade poderia ter que enfrentar.

 

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment