Analistas da Goldman Sachs enviam carta a clientes sobre Bitcoin

Analistas da Goldman Sachs enviam carta a clientes sobre Bitcoin

Publicado em 15 de agosto de 2017 por

Existem previsões que afirmam que em breve o Bitcoin valerá quase US$ 5.000, mas o que vem depois disso? Segundo analistas da Goldman Sachs depois de bater esse marco histórico, a Primeira criptomoeda sofrerá uma forte correção de cerca de US$2000. Essa opinião foi expressa em uma carta enviada aos investidores pelo chefe de estratégia técnica da empresa Sheba Jafari. Isso foi relatado pela revista ForkLog.

A carta foi enviada no domingo, ela explica que como o Bitcoin está se aproximando do objetivo indicado anteriormente pelo analista em US$ 3691 (nesse momento, essa marca, como já se sabe, já foi superada com sucesso), na quinta onda de Crescimento, a Criptomoeda pode crescer acima de US$ 4.827.

Publicidade

Publicidade

No entanto, após a conclusão da quinta onda, Jafari acredita que haverá uma forte correção, durante a qual o preço do Bitcoin cairá 38% e ficará por volta de US$ 3000. No cenário mais desfavorável, o preço da primeira moeda criptográfica pode cair para US$ 2.221.

Analistas da Goldman Sachs enviam carta a clientes sobre Bitcoin. BTCSoul.com

Fonte: Goldnam Sachs

Publicidade

Publicidade

“Neste ponto, o Bitcoin cairá abaixo de US$ 2.935 (o topo da onda 1 / V a partir de 21 de julho), sinalizando que o limite superior foi atingido”, escreveu o Jafari.

Embora não tenha sido indicado diretamente na carta do analista, o princípio de cinco ondas na análise técnica também é conhecido como The Elliott Wave Theory. Vale ressaltar que em julho, o Elliott Wave Theorist comentou que o Bitcoin está na onda final de crescimento de seis centavos – o estágio inicial determinado pelo autor de análise foi setembro de 2010.

Analistas da Goldman Sachs enviam carta a clientes sobre Bitcoin

Fonte: The Elliott Wave Theorist

Ao mesmo tempo, como observado pelo analista, alcançar o topo da quinta onda não significa que o Bitcoin cairá para valores zero. Em vez disso, ele simplesmente deve ser visto como um sinal de provável declínio.

Note-se que no último dia, o Bitcoin marcou mais um recorde: na noite de terça-feira, 15 de agosto, o preço da primeira moeda criptográfica chegou, de acordo com o CoinMarketCap, a valer US$ 4,450. Porem, logo em seguida houve uma correção e, no momento da publicação, a taxa média ponderada do Bitcoin era de US$ 4110.

No dia anterior, o conhecido analista financeiro e fundador da empresa de investimentos Standpoint Research, Ronnie Moas, deu uma nova previsão para o preço do Bitcoin para 2018. Segundo ele, em 2018, o preço do Bitcoin estará na cada dos US$ 7.500.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment