Um porta-voz do banco líder em investimentos, Goldman Sachs, confirmou que a organização contratou o profissional e graduado trader do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Justin Schmidt, para o posto de vice-presidente e chefe do departamento de mercados de ativos digitais dentro da divisão de valores mobiliários do banco.

Sheba Jafari, chefe do departamento de desenvolvimento tecnológico do banco de investimentos Goldman Sachs, informou aos clientes da organização que o Bitcoin tentará conquistar a marca de US$ 8.000, conforme relatado pelo Business Insider.

“O Bitcoin excedeu as expectativas da previsão de julho, deixando para trás a marca mínima de US$ 6.044. Isto poderia dar início a um avanço impulsivo para a área de US$7.941. Este é o objetivo mínimo da terceira onda [conforme Elliott], na qual o preço poderá parar e fazer uma correção”, escreveu Jafari em seu apelo aos clientes.

De acordo com o site analítico Coinmarketcap, o preço do ouro digital no momento da redação era de US$7.239. Em 2017, a Primeira Moeda cresceu mais de 600%.

Lembramos que, na última semana o bitcoin repetidamente atualizou altos históricos, conquistando marcas acima de US$7.000.