Um dos projetos de Blockchain mais bem sucedidos em termos de fundos arrecadados durante uma ICO, o mercado P2P de capacidades livres Golem Network, anunciou o lançamento da rede principal no modo beta.

Um dos projetos de Blockchain mais bem sucedidos em termos de fundos arrecadados durante uma ICO, o mercado P2P de capacidades livres Golem Network, anunciou o lançamento da rede principal no modo beta.

O Golem Network é baseado na Blockchain do Ethereum, e seu principal objetivo é tornar-se uma base para mercado descentralizado de capacidades comutacionais, fornecendo uma “infraestrutura como serviço” (IaaS) e “plataforma como serviço” (PaaS). Aos usuários é oferecida a ortunidade de vender ou comprar capacidades livres de computação (CPU ou GPU) na rede P2P e criar seus próprios aplicativos de computação que podem ser integrados à plataforma de transação.

O Whitepaper do Golem Network lista as seguintes etapas do projeto: Golem de Latão, Golem de Barro, Golem de Pedra e Golem de Ferro. O primeiro estágio, Golem de Latão, foi lançado hoje.

“Sendo um dApp (aplicativo autônomo descentralizado), o Golem precisava de testes completos, mas para um progresso maior, precisamos sair da zona de conforto e garantir que todos os elementos em que trabalhamos e continuamos a trabalhar funcionem em um ambiente descentralizado”, enfatiza o blog do Golem.

Ao mesmo tempo, a equipe do projeto anuncia o lançamento de um programa de recompensas para desenvolvedores e está pronta a retribuí-los financeiramente por erros encontrados.

Vale ressaltar que em novembro de 2016, o Golem Network realizou uma ICO bem-sucedida, coletando 820 mil ETH em apenas 20 minutos. À época, esse montante foi estimado em US$8,2 milhões, sendo que através da taxa atual de conversão, essa quantidade ETH seria competente a cerca de US$340 milhões.