Governo das Bermudas pretende atrair investimentos com ajuda das criptomoedas

O governo das Bermudas estudará a possibilidade de usar criptomoedas nas relações comerciais. Isto foi afirmado na declaração oficial do primeiro-ministro, David Barth, e do ministro da segurança nacional, Wayne Keynes.

Publicado em 25 de novembro de 2017 por

O governo das Bermudas estudará a possibilidade de usar criptomoedas nas relações comerciais. Isto foi afirmado na declaração oficial do primeiro-ministro, David Barth, e do ministro da segurança nacional, Wayne Keynes.

Outra das atividades dos especialistas será o desenvolvimento de propostas para a regulamentação de tokens, “ações tokenizadas”, criptomoedas e campanhas para as Ofertas Iniciais de Moedas (ICOs).

Publicidade

Publicidade

Nota-se que o grupo trabalhará nesta tarefa para desenvolver um quadro regulatório referente às relações no campo da Blockchain; uma subdivisão será incumbida de desenvolver soluções de negócios relacionadas à tecnologia de registro distribuído.

“O grupo de trabalho considerará várias oportunidades de negócios no ecossistema das criptomoedas e se concentrará em questões-chave para novas atividades”, disse John Narroway, presidente do grupo de desenvolvimento de negócios no setor de Blockchain.

De acordo com o chefe do Serviço de Desenvolvimento de Negócios da Bermuda, Ross Webber, a nova iniciativa do governo permitirá atrair investimentos para a região.

Publicidade

Publicidade

Espera-se que, no início de 2018, os grupos de trabalho preparem uma lei que regule as relações no campo da Blockchain e estabeleçam os requisitos legais e regulamentares para a esfera das ICOs.

Lembre-se de que o Ministério das Finanças de Israel também informou recentemente sobre a criação de um grupo de trabalho para o estudo das moedas digitais.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment