Grãos poderão ser rastreados via Blockchain

O principal exportador australiano de grãos, o CBH Group junto com a startup AgriDigital da cidade de Sydney, pretendem usar a capacidade da tecnologia de registro distribuído para rastrear o fornecimento de aveia.

Publicado em 4 de agosto de 2017 por

O principal exportador australiano de grãos, o CBH Group junto com a startup AgriDigital da cidade de Sydney, pretendem usar a capacidade da tecnologia de registro distribuído para rastrear o fornecimento de aveia. Isso foi publicado pela edição do The Australian Financial Review.

De acordo com representantes das empresas, graças à tecnologia de blockchain, os potenciais compradores poderão conhecer e ter certeza sobre a origem dos grãos, rastreando toda a cadeia de seus suprimentos.

Publicidade

Publicidade

O CEO do CBH Group, Andy Crane está convencido de que as inovações digitais aumentarão a produtividade agrícola e a introdução das blockchains aumentará a renda dos produtores de grãos, graças à crescente confiança dos compradores.

“Como uma empresa que planeja entrar no competitivo mercado asiático, estamos pensando em altas taxas de produção. Uma das melhores maneiras de fazer isso é provar a qualidade dos produtos para o usuário final”, disse Crane.

O lançamento do projeto piloto está previsto para a próxima semana. Se tudo correr bem, o próximo passo será a inclusão no projeto de fornecimento de grãos da Austrália Ocidental.

Anteriormente, o governo australiano disse que estava estudando a possibilidade de usar a blockchain nas áreas de segurança pública, canais de comunicação governamentais, segurança cibernética e logística.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment