Gregory Maxwell, co-fundador da Blockstream deixa empresa e resolve se dedicar ao desenvolvimento do Bitcoin

Um dos principais desenvolvedores do Bitcoin Core, Gregory Maxwell, recentemente afirmou que deixou a Blockstream no final do ano passado para dedicar mais tempo ao desenvolvimento de vários protocolos para a rede Bitcoin – principalmente às tecnologias de transações confidenciais e segurança melhorada.

Publicado em 22 de Janeiro de 2018 por

Um dos principais desenvolvedores do Bitcoin Core, Gregory Maxwell, recentemente afirmou que deixou a Blockstream no final do ano passado para dedicar mais tempo ao desenvolvimento de vários protocolos para a rede Bitcoin – principalmente às tecnologias de transações confidenciais e segurança melhorada. Ele escreveu sobre isso na correspondência interna dos desenvolvedores do Bitcoin Core.

Gregory Maxwell foi um dos fundadores da Blockstream e até recentemente ocupava o cargo de diretor técnico da empresa.

De acordo com o desenvolvedor, a Blockstream foi criada para organizar um apoio contínuo à comunidade Bitcoin de forma estruturada, e, em primeiro lugar, um apoio financeiro. Em 2014, foi muito difícil para os desenvolvedores atrair financiamento para grandes projetos, sendo que dessa forma, eles foram forçados a combinar o trabalho principal à sua vida pessoal e ao desenvolvimento de novas tecnologias de forma voluntária.

Segundo Maxwell, essa circunstância prejudicou seriamente o desenvolvimento da indústria. Além disso, ele observou que as empresas de Bitcoin da época não atribuíram muita importância ao desenvolvimento da tecnologia de fonte aberta, fazendo de seus financiamentos, na melhor das hipóteses, “ineficientes”.

De acordo com o desenvolvedor, a Blockstream fez progressos significativos na organização do suporte à indústria. A equipe do Bitcoin Core recebe doações regulares de grandes players, tais como Chaincode, DCI, Blockstream, Coinbase, Bitmain e outros.

Como afirma Maxwell, representantes da Blockstream comprometeram-se a apoiar e desenvolver a tecnologia de Bitcoin no futuro, enfatizando que essa condição é necessária a novos progressos.

Devido ao fato de que a Blockstream também lida com projetos de Blockchain não relacionados ao Bitcoin, Maxwell decidiu dedicar-se a uma única direção, convencido de que a indústria não ficará sem apoio financeiro.

Vale ressaltar que ele pretende se concentrar no desenvolvimento de um protocolo “Bulletproof” com zero divulgação, tecnologia de assinaturas agregadas e outros mecanismos de escala e processos de sincronização.

Lembramos que mais cedo, Gregory propôs uma tecnologia avançada para transações confidenciais com base na tecnologia CoinJoin, que permite ocultar as conexões entre usuários de observadores externos ao combinar os resultados das transações pequenas a uma grande transação. Este método também resolve o problema relacionado ao uso intensivo de recursos da tecnologia Confidential Transaction, prometendo reduzir o tamanho de uma transação em Bitcoin em até 20 vezes.

Publicidade

Publicidade

Em setembro de 2017, Gregory Maxwell foi encarregado de fazer uma apresentação de uma nova versão v0.15 do software Bitcoin Core.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment