Hackers desenvolvem malware para minerar Siacoin (SIA)

A Binance, maior corretora de criptomoeda do mundo, adicionou suporte ao Siacoin (SC).

Publicado em 19 de junho de 2018 por

Um grupo de hackers com a colaboração empresas de manutenção de computadores foi acusado de invadir computadores na China para minerar criptomoedas.  

Em uma reportagem local publicada no sábado, foi noticiado que a polícia da cidade de Rui’An, na província de Zhejiang, prendeu 16 suspeitos que atuavam desde de julho de 2017 e invadiram mais 100 mil computadores em cybercafés em 30 cidades chinesas. Os suspeitos ganharam mais de 5 milhões de yuans (US$800 mil) com as atividades fraudulentas.

O relatório apontou que os hackers elaboraram um malware capaz de minerar Siacoin em dispositivos infectados. O malware era comercializado para empresas de manutenção de computadores suspeitas de ajudar a injetá-los em computadores de cybercafés durante a realização de manutenções de costume.

Os lucros obtidos a partir da mineração e venda dos Siacoin eram então distribuídos entre os hackers e as empresas suspeitas apontadas no relatório.

A suspeita de fraude surgiu em julho de 2017, quando os cybercafés de Rui’An perceberam que seus computadores haviam se tornado extremamente lentos, uma vez que a taxa de uso da CPU estava frequentemente em 70%. O relatório apontou ainda que no mesmo período, as contas dos sites de internet afetados em Rui’An também aumentaram significativamente.

Além disso, de acordo com dados da CoinMarketCap, corroborando as suspeitas, na época, o preço do Siacoin subiu em 400%, passando de US$0,002 em maio para mais de US$0,01 em julho.

A polícia prendeu ainda em agosto o diretor executivo da empresa de manutenção de computares que foi contrata pela maior parte dos cybercafés em Rui’na, e que, posteriormente, revelou informações sobre os hackers.

A ação ainda não foi concluída e a investigação segue em andamento. Isso porque o malware já se espalhou por mais de 30 cidades da China, sendo que mais de 100 empresas de manutenção de computadores no país podem estar envolvidas no esquema.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment