Um grupo de hackers roubaram, dos estúdios Walt Disney, uma copia do filme Piratas do Caribe 5, que em breve estreará nos cinemas. Eles ameaçam colocar o filme na internet caso não recebam o resgate.

Um grupo de hackers roubaram, dos estúdios Walt Disney, uma copia do filme Piratas do Caribe 5, que em breve estreará nos cinemas. Eles ameaçam colocar o filme na internet caso não recebam o resgate. Segundo relatos do The Hollywood Reporter e do Deadline, os hackers exigem que a empresa pague uma enorme quantidade de Bitcoins como resgate.

De acordo com o presidente da Walt Disney, Robert Eiger, os hackers ameaçam colocar um pedaço de cinco minutos do filme primeiro e depois fazer o upload dele na integra, dividido em pedaços de 20 minutos até que sua demanda seja atendida.

O presidente da empresa se recusou a confirmar que a ameaça se tratava do filme estrelado por Johnny Depp. Contudo, várias publicações americanas, incluindo a The Verge, sugerem que estamos falando do filme Piratas do Caribe 5.

A Première de “Piratas do Caribe: Dead Men Tell No Tales” está prevista para 26 de maio. Além disso, os próximos lançamentos da Walt Disney incluem a animação “Carros 3”. Na semana passada, houveram rumores de que hackers roubaram uma cópia do filme “Star Wars: The Last Jedi”, que estreará em dezembro, porem a hipótese foi refutada posteriormente.

Em abril, a vítima de um crime semelhante foi a Netflix. Os hackers desconhecidos roubaram dez episódios, ainda inéditos, da série Orange – o sucesso da temporada – e colocou todos no ar depois que a empresa se recusou a pagar resgate. Quanto ao último incidente, a Walt Disney também não está disposta a atender as exigências dos hackers e já se voltou para o FBI a fim de obter ajuda.

Em meio a esse tumulto de ransomware mundial e hackers roubando do Mickey Mouse, a Fox está se preparando para lançar o thriller Dark Web, que será dedicado aos eventos em torno da Silk Road e de seu lendário fundador Ross Ulbricht. O roteiro para o filme foi escrito pelos irmãos Cohen.