Hardfork com ativação de Bulletproofs será executado em rede Monero

A carteira XMR Wallet anunciou a conclusão de uma auditoria externa de segurança, que foi realizada pela empresa norte-americana New Alchemy. Além disso, seus desenvolvedores relataram a adição de novos recursos.

Publicado em 17 de outubro de 2018 por

Na quinta-feira, 18 de outubro, na rede da criptomoeda Monero, focada em privacidade, será realizado um hardfork no bloco de número 1.685.555, que prevê a substituição das “transações confidenciais circulares” [RingCT] pela tecnologia Bulletproofs.

Os desenvolvedores esperam que o volume das transações anônimas na rede Monero diminua em 80%, e que as comissões sejam significativamente reduzidas.

O protocolo de Monero envolve três diferentes mecanismos para garantir o anonimato dos usuários: endereços furtivos, assinaturas circulares e RingCT. Este último, em particular, requer cálculos complexos e muito tempo, o que torna a manutenção de um nó completo extremamente cara.

A Bulletproofs, por sua vez, permite agregar informações de transação em novas estruturas de dados que podem ser dimensionadas logaritmicamente, em vez de linearmente.

A atualização de rede também contém várias alterações no algoritmo de mineração que visa combater mineradoras ASIC.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment