No dia 10 de novembro, snapshots dos saldos dos usuários serão feitos na rede NEO, cada um dos quais receberão tokens do fork NEO Super na proporção de 2 NEOX por cada NEO.

ATUALIZAÇÃO

No dia 9 de outubro, um post foi publicado no fórum Bitcointalk.org afirmando que o NEO Super poderia ser um projeto fraudulento.

O usuário sob o nome EustaceBagge enfatizou que o WhitePaper do projeto contém apenas sete páginas, e que os desenvolvedores nem sequer têm perfis no LinkedIn. No momento, o documento no site oficial contém 18 páginas, mas a partir do dia 9 de outubro, o documento foi, de fato, significativamente reduzido.

De acordo com os arquivos da web, os links do LinkedIn estavam faltando no dia 9 de outubro, sendo que agora, cada membro da equipe tem seu próprio perfil com 3 contatos.

Além disso, o roteiro do projeto termina em dezembro de 2018 com a implementação da Lightning Network [o nome da tecnologia no site é indicado com um erro], e o token alegadamente deve ser compatível com o padrão ERC-20, embora seja fruto de um fork na rede do NEO.

As descrições dos membros da equipe também foram alteradas após esta publicação, e o repositório no GitHub foi criado há 19 dias. O usuário sob o apelido marlboroza enfatizou que os currículos iniciais dos desenvolvedores copiavam os de membros da equipe do projeto Callisto.

Outro usuário, dessa vez com o apelido SFR10 chamou atenção para o fato de que o WhitePaper original continha plágio de três sites, incluindo do projeto Dogethereum.

Vale notar também que a conta neox_super, do Twitter, foi bloqueada por razões desconhecidas.

De qualquer forma, o novo projeto não tem nada a ver com os representantes oficiais da NEO.

Como diz o site do projeto, cada bloco conterá 5 NEOXs, e o software necessário para mineração será publicado no repositório no GitHub imediatamente após o fork.

Vale ressaltar que os desenvolvedores afirmam que criaram um cliente Web que não exige que o usuário baixe a Blockchain inteira para interagir com a rede e lançar contratos inteligentes.

Eles pretendem também implementar a tecnologia Lightning Network.

A emissão total do NEOX será de 225 milhões de moedas, das quais 20 milhões serão destinadas à equipe para desenvolvimento adicional e 5 milhões irão para o programa de recompensas.

Lembramos que recentemente, uma vulnerabilidade foi descoberta no código de contratos inteligentes de alguns aplicativos descentralizados na Blockchain do NEO. Como resultado, vários tokens do padrão NEP-5 tornaram-se vulneráveis.