midas hkfi cryptoblk

Hoje, estima-se que pelo menos 30% dos seguros pagos na região de Hong Kong acabam indo para fraudadores e seus associados. Neste contexto, e visando combater fraudes envolvendo o setor de seguros de automóveis, foi criado, em Hong Kong, o Motor Insurance DLT-based Authentication System (MIDAS), desenvolvido em conjunto pela Federação de Seguradoras de Hong Kong (HKFI, na sigla em inglês) e pela startup CryptoBLK, sediada na região.

A iniciativa é o resultado de 12 meses de trabalho duro e de várias auditorias independentes – às quais passou com sucesso – e tem como objetivo, entre outras coisas, facilitar o processo de verificação dos documentos pelas seguradoras, bem como combater diretamente a falsificação de documentos – sendo a primeira aplicação industrial da Blockchain no espaço de seguros de automóveis na Ásia, espera-se que o MIDAS reduza e até mesmo acabe  problema, por exemplo, da falsificação de notas de cobertura.

A respeito disso, Dr. Duncan Wong, CEO e co-fundador da CryptoBLK declarou:

“A CryptoBLK está focada no desenvolvimento de plataformas DLT de última geração que podem revolucionar as fintech através de DLT e criptografia, e estamos entusiasmados em ver o lançamento oficial da nova plataforma de autenticação de seguro automóvel de Hong Kong”.

Como funciona o MIDAS

Não é complicado: proprietários geram um código QR que então pode ser utilizado na autenticação das políticas de cobertura de seguro e anotações nos escritórios do Departamento de Transporte de Hong Kong.

Vale ressaltar que o MIDAS não armazena informações que possam ser utilizadas para identificar o indivíduo, e que isso foi uma característica propositalmente incluída com o intuito de preservar a privacidade dos motoristas.

O MIDAS é um bom exemplo para demonstrar de que forma a tecnologia de Blockchain pode catalisar o movimento de transformação digital em toda a indústria. Resta agora ver onde isso vai dar, mas desejamos toda a sorte do mundo a equipe para levar a cabo sua missão.