Índia começa a verificar Exchanges por imposto

Representantes do Departamento de Imposto de Renda da Índia visitaram, na quarta-feira, dia 13 de dezembro, nove das maiores corretoras de Bitcoin do país em uma investigação sobre possível evasões fiscais, informou o Press Trust of India (PTI).

Publicado em 14 de dezembro de 2017 por

Representantes do Departamento de Imposto de Renda da Índia visitaram, na quarta-feira, dia 13 de dezembro, nove das maiores corretoras de Bitcoin do país em uma investigação sobre possível evasões fiscais, informou o Press Trust of India (PTI).

De acordo com a seção 133A da Lei do imposto sobre o rendimento, os inspetores têm o direito de coletar “evidências para estabelecer a identidade de investidores e comerciantes, suas transações, personalidades das contrapartes e contas bancárias relacionadas”; a PTI cita uma fonte oficial.

Publicidade

Publicidade

De acordo com a agência, durante uma operação coordenada, vários grupos visitaram corretoras desconhecidas em várias cidades, incluindo Delhi, Bangalore, Hyderabad e Kochi.

Observa-se que a incursão de hoje foi a primeira grande operação das autoridades indianas contra as Exchanges de Bitcoin.

Lembre-se de que, no início de dezembro, o Ministério das Finanças da Índia afirmou que não reconhece o Bitcoin como um instrumento de pagamento. Mais cedo, um dos comitês governamentais do país recomendou que os legisladores proibissem as atividades das corretoras de criptomoedas.

Por sua vez, um grupo de startups de ativos digitais indianas criou um órgão auto regulador para padronização e conformidade com todos os padrões KYC/AML.

Chrys

Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment