Indorse, rede social descentralizada, firma parceria com bitJob

indorse bitjob partnership

Publicado em 5 de setembro de 2017 por

A Indorse, rede social descentralizada para profissionais, anunciou hoje uma parceria com a bitJob, um mercado de trabalho inteiramente rodado em blockchain para estudantes. A colaboração visa lidar com os desafios associados com a busca de trabalho e transformar como os estudantes ganham experiência e entram no mercado de trabalho.

Oferecendo aos usuários controle total sobre seus dados conforme eles constroem seus perfis profissionais e compartilham suas habilidades na plataforma, a Indorse visa construir uma rede descentralizada e autônoma onde os profissionais poderão se beneficiar do crescimento da mesma e dos insights dos dados feitos pelos usuários ao invés de terceiros.

Publicidade

Publicidade

David Moskowits, cofundador e CEO da Indorse disse: “Hoje, estamos testemunhando um problema recorrente nos níveis de entrada de emprego. O nível de experiência necessária para assegurar a entrada em empregos aumentou, além disso, as oportunidades para estudantes e graduandos, que necessitam ganhar experiência, não está facilmente disponível”.

“Essa parceria dará aos estudantes as ferramentas para se posicionarem na dianteira das indústrias altamente competitivas de hoje. A bitJob é uma plataforma incrivelmente inovadora que conecta estudantes trabalhadores a fantásticas oportunidades, de forma aberta e transparente”

A plataforma da Indorse permitirá aos estudantes da bitJob a demonstrarem suas habilidades de forma simples e efetiva; uma vez que eles tenham completado uma tarefa para um empregador, eles poderão enviar o documento de finalização dessa dita tarefa através da bitJob como prova de seu comprometimento para a plataforma da Indorse”.

Publicidade

Publicidade

“O crescimento da economia compartilhada resultou em oportunidades para muitos, a bitJob é o primeiro projeto híbrido de Blockchain que permite conexão peer to peer verdadeira entre empregadores e estudantes,” adicionou Moskowitz.

Visando revolucionar a forma como os estudantes ganham e acumulam experiência ocupacional, a bitJob, dentro de um ecossistema baseado em Blockchain de networking, compensação, recompensas e incentivos. Os estudantes podem criar um Dynamic Portfolio Resume (DPR) de seu trabalho, o qual pode ser usado para se aplicar a posições graduadas fora do serviço. Os empregadores podem ver esse “currículo” juntamente com a reputação do estudante, o que os ajuda a selecionar o candidato.

O cofundador da bitJob e CMO do projeto, Elad Kofman disse que “com a introdução da tecnologia e redes sociais, a forma como buscamos por trabalhos e contratamos evoluiu completamente. O ato de networking migrou para os meios digitais e aqueles que buscam trabalho podem criar incríveis portfólios através de ativos digitais, enquanto os empregadores podem confortavelmente contar com a transparência de registros”.

A Indorse apresenta uma plataforma onde os usuários construirão seus perfis e lucrarão a partir de sua reputação e contribuição com a mesma. De forma análoga ao mecanismo de Prova de Participação, o Indorse Score permite que os moderadores acumulem sua reputação através de reivindicações ou endossos, oferecendo aos usuários uma forma fácil de ganhar recompensas através de um sistema baseado em seu token.

Tendo passado da marca de US$ 11 milhões de dólares, a venda de token da Indorse irá ocorrer até o dia 7 de Setembro deste ano. Os tokens da Indorse (IND), método de pagamento necessário para comprar espaço de anúncio na plataforma, serão distribuídos para os participantes da crowdsale, o que representa aproximadamente 35% do total de tokens criados. Os tokens IND são negociados, e os participantes também receberão Indorse Score (SCR) tokens, que são tokens não negociáveis de reputação, requeridos para postar atualizações no perfil de membro ou endossar alguém ou acusar algo de errado com algum perfil, assim que a plataforma for lançada ao público.

“Essa parceria demonstra o potencial que a tecnologia de blockchain e contratos inteligentes podem transformar as tarefas tediosas e complicadas como a de buscar trabalho e construir uma rede profissional. Esse é apenas o começo, conforme continuamos a expandir cada vez mais os limites da inovação todos os dias”, concluiu Moskowitz.

Para maiores informações sobre a venda de tokens IND, visite www.indorse.io.

Vale também lembrar que no dia 12 de Setembro, a bitJob estará entrando em seu período de crowdsale ativo, durante o qual venderá seus tokens STU. Para maiores informações visite stu.bitjob.io.

Thiago
Thiago é co-fundador e o suporte técnico, famoso faz-tudo, por trás do BTCSoul. Para ele o interesse nas criptomoedas, Blockchain e Bitcoin se encontra também em seu código.

Leave a Comment