Investidores canadenses rejeitam BU

Evolve Funds pretende lançar o primeiro Bitcoin-ETF do Canadá

Publicado em 28 de março de 2017 por

Um grupo de investidores canadenses de Bitcoin uniu-se sob o líder da embaixada do Bitcoin, Francis Pouliot para lutar contra o hard fork.

Em uma carta, escrita em nome de dezesseis negócios, intitulada de “Declaração sobre Hard Fork por nós econômicos canadenses”, Pouliot anunciou abertamente que a comunidade local “inequivocamente se opõe à proposta de divisão de rede proposta pelo Bitcoin Unlimited”.

Publicidade

Publicidade

“Acreditamos firmemente que um hard fork, como ativamente considerado pelo Bitcoin Unlimited ou Bitcoin Classic, causaria uma grande interrupção em nossa capacidade de conseguir novos usuários para o Bitcoin e criaria danos irreparáveis para o Bitcoin e para nossos negócios”, escreveu ele.

Não está claro até que ponto os signatários individuais apoiam a implementação do Segregated Witness (SegWit). No Twitter, Pouliot solicitou àqueles que não estavam de acordo com sua declaração que se apresentassem.

O movimento representa assim uma fratura adicional da comunidade profissional do Bitcoin sobre o debate de escala. Assim como as corretoras em todo o mundo assinam um consenso que tratariam a cadeia do Bitcoin Unlimited como um ativo separado, duas delas ainda permitem que os usuários façam o comércio entre a BTC e o BCU.

Por outro lado, Pouliot esboça os critérios que devem ser cumpridos por um hard fork para que esse possa ser considerado “não contencioso”.

Esse método ecoa o do provedor de pagamento BitGo, que no início deste mês forneceu sua própria lista de requisitos ao declarar que o Bitcoin Unlimited “falha em todos eles”.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment