Japão: lojas que aceitam BTC quadruplicam

De menos de mil, o número de comerciantes que aceitam a Bitcoin no Japão cresceu mais de quatro vezes nos últimos doze meses,

Publicado em 11 de janeiro de 2017 por

De menos de mil, o número de comerciantes que aceitam a Bitcoin no Japão cresceu mais de quatro vezes nos últimos doze meses, de acordo com uma nova pesquisa da ResuPress Inc, a empresa que administra a Coincheck, uma das maiores bolsas de Bitcoin no país.

Além de exchange de Bitcoin, a ResuPress também fornece processamento de pagamento em Bitcoin para comerciantes, muito semelhante ao serviço oferecido pela BitPay.

Publicidade

Publicidade

4.200 lojas japonesas já aceitam Bitcoin

De acordo com a NHK, a pesquisa mostra que o número de lojas que aceitam a moeda digital, especialmente via Internet, no mercado japonês aumentou para cerca de 4.200 lojas a partir de 26 de dezembro de 2016.

O número aumentou aproximadamente em 4,6 vezes que o resultado de uma pesquisa similar feita há um ano. A nova descoberta sugere que, na época, haviam cerca de  900 comerciantes que aceitavam a moeda como pagamento.

Estes dados também sugerem que o uso do Bitcoin se espalhou por várias indústrias. Alguns exemplos incluem a indústria da moda, em áreas como salões de beleza e unha, empresas de remodelação, bem como estabelecimentos do tipo restaurantes e pubs.

O Bitcoin não é apenas um dinheiro mágico da internet

Para o Ken Shishido da Bitsquare, o desenvolvimento não passa de uma boa notícia para o ecossistema do Bitcoin.  Ele afirma:

“Acho que mais lojas físicas e sites de comércio eletrônico no Japão aceitarem Bitcoin nada mais é do que uma boa notícia para a indústria do Bitcoin e para as pessoas no Japão. Isso mostra que o Bitcoin não é apenas dinheiro mágico da Internet como você ouve nas notícias, mas que pode realmente ser usado para comprar bens e serviços nas lojas perto de você. Apresenta às pessoas uma alternativa ao dinheiro de papel do governo com o qual você já é familiarizado”.

O Japão teve um grande papel no inicio da vida do bitcoin, sendo uns dos primeiros países a aceitá-lo. A indústria foi mais tarde minada pelo desafortunado colapso da exchange Mt. Gox onde mais de US$ 300 milhões foram, alegadamente, perdidos. Desde então, o país tem tentado voltar aos trilhos.

A moeda que mudará o mundo

A introdução de medidas regulamentares parece ter sido fundamental para o processo de recuperação do escândalo da Mt. Gox. No ano passado, em maio, o Japão aprovou um projeto de lei que determinou a regulamentação do Bitcoin e exchanges de moeda virtual pela Financial Services Agency (FSA).

Um dos grandes participantes do mundo Bitcoin no Japão é a BitFlyer, que recentemente lançou quatro anúncios que geraram mais de um milhão de visualizações. Em um dos anúncios, o Bitcoin é descrito como “A moeda que mudará o mundo”.

Uma questão-chave que está prevista para atrair a adoção dos comerciantes é a classificação de como escalar o Bitcoin.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment