John McAfee prometeu comer seu pênis se BTC não chegar a US$ 500.000

De acordo com o CEO da MGT Capital Investments e criador do antivírus da McAfee Security, John McAfee, em três anos, o preço da primeira moeda digital chegará a US$ 500.000.

Publicado em 19 de julho de 2017 por

De acordo com o CEO da MGT Capital Investments e criador do antivírus da McAfee Security, John McAfee, em três anos, o preço da primeira moeda digital chegará a US$ 500.000. McAfee escreveu em seu tweet:

John Mcfee Via twitter

Publicidade

Publicidade

Depois de algum tempo, John McAfee publicou o seguinte tweet, no qual ele prometeu “comer seu pênis na TV”, se a previsão não se tornar realidade:

McAfee via twitter

Planos de investimento

A MGT capital recentemente laçou a mineração de Ethereum Classic (ETC) e Ethereum (ETH), com processadores gráficos foram fornecidos pela Bit5ive LLC.

Publicidade

Publicidade

“A cada dia estamos mais convencidos do crescimento do valor das moedas digitais e nossa empresa tem oportunidades únicas de se tornar um fornecedor líder de poder de computação para as blockchains correspondentes. A adição de Ethereum e Ethereum Classic à nossa estratégia de produção de cripto será muito benéfica para nós”, ressaltou John McAfee na época.

Anteriormente, John McAfee disse que faria a MGT Capital Investments rentável devido à mineração de Bitcoins. Além disso, de acordo com declarações dos representantes da MGT, a empresa recebeu financiamento da Bitmain Technologies para comprar milhares de dispositivos para mineração.

Entretanto, McAfee não é o único a se aventurar no mundo das previsões para o Bitcoin. Outra figura conhecida do meio que fez uma previsão semelhante foi o CEO da Blockchain.info, Peter Smith, que admitiu que o Bitcoin poderia atingir um preço de US$ 500.000 até 2030.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment