Kraken e Coinbase ficam lentas durante alta do Bitcoin

As corretoras de Bitcoin Kraken e Coinbase estão sofrendo com tempo de inatividade, esse problema tem afetado vários clientes que não puderam vender seus Bitcoins na maior alta que a moeda teve em toda a sua historia.

Publicado em 28 de maio de 2017 por

As corretoras de Bitcoin Kraken e Coinbase estão sofrendo com tempo de inatividade, esse problema tem afetado vários clientes que não puderam vender seus Bitcoins na maior alta que a moeda teve em toda a sua historia.

O Bitcoin tem entrado numa espiral de crescimento, ainda não vista e nem mesmo esperada por muitos nesse momento conturbado que a moeda vive. E, em meio a essa alta magnifica, os clientes da Kraken e da Coinbase se viram impedidos de acessar seus fundos devido a uma falha no site.

Vamos lembrar aqui que o Bitcoin viveu meu máximo histórico ate algum momento ontem, quando a moeda atingiu na Bitstamp valor de US$ 2.740, antes de cair em US$ 300 e retornar a seu valor inicial de quarta feira, algo em torno de US$ 2.440.

A Coinbase, uma corretora baseada em São Francisco, informou que essa falha ocorreu devido ao grande volume de negociações, citando “tráfego e volume de negociação sem precedentes”.

Uma declaração divulgada pelo câmbio dizia:

“A Coinbase experimentou tráfego e volume de negociação sem precedentes esta semana. Como resultado, o site Coinbase.com sofreu algumas falhas e diminuiu o desempenho para alguns usuários. Nossas equipes de engenharia e suporte estão trabalhando em torno do problema para restaurar nosso site, e voltarmos ao nosso desempenho normal”.

A Kraken, também uma corretora baseada nos Estados Unidos que atualmente atua com uma movimentação de 60% das negociações de Bitcoins nos mercados europeus, afirma que seu problema foi o “desempenho degradado” para seu site e API. De acordo com uma nota, “A Kraken está vendo o maior trafego já registrado na historia”, revelou a plataforma de negociação.

Publicidade

Identificando a questão para seus problemas atuais, Kraken afirmou:

“Atualmente, o site e a API estão mais lentos ou não respondem a muitos clientes. Estamos trabalhando para resolver, mas não temos uma previsão do tempo que levará para que as coisas retornem ao normal. Estamos vendo o maior trafego já registrado na historia e o desempenho pode não voltar ao normal até que a carga diminua”.

O Bitcoin está subindo e descendo em movimentos ondulados, com isso oferecendo ao investidor maravilhosas oportunidades de ganhos, isso, claro, desde que ele tenha acesso a seus fundos.

Em minha humilde opinião, a explicação da Kraken foi falha ao sugerir que os serviços voltarão ao normal quando o volume de negociações diminuir, ou seja, ate lá você, cliente da empresa, que se contente com as perdas que isso poderá te acarretar.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment