Kraken retoma trabalho

Uma das mais antigas corretoras criptográficas, a Kraken, anunciou o encerramento de seu trabalho no Japão. Como principal razão para essa decisão, a empresa apontou o aumento do custo das negociações no país.

Publicado em 16 de Janeiro de 2018 por

A corretora Kraken retornou os serviçoes on-line. O trabalho técnico que deveria ter tomado duas horas, acabou esticado por mais de dois dias, relata a CoinDesk.

Como uma espécie de compensação, a corretora anunciou o cancelamento da comissão até o final do mês (com exceção de ordens de margem).

“Pedimos desculpas pela confusão e pelo longo tempo offline. Nós substituímos o antigo sistema de negociação por um novo que nossos clientes vinham pedindo já há um bom tempo”, consta o comunicado oficial.

Lembre-se de que na quinta-feira, 11 de janeiro, a Kraken foi desconectada para uma manutenção programada. O trabalho começou de manhã e não deveria durar mais que duas ou três horas, contudo, o site da corretora ficou indisponível por mais de 48 horas, fazendo com que muitos investidores começassem a entrar em pânico.

Nota-se que todos os pedidos abertos no momento do início do trabalho técnico foram fechados por representantes da bolsa, sendo que os fundos foram devolvidos às contas dos usuários. Além disso, as posições de margem permanecem abertas, contudo, sua liquidação foi suspensa por 48 horas.

De acordo com os representantes da corretora, a falha foi um “erro rápido”, porém, mesmo sendo considerado simples, foi o motivo pelo qual a corretora permaneceu off-line por mais de 48 horas.

“Nosso novo sistema passou por todos os testes, no entanto, no novo motor, descobriu-se um erro de difícil rastreamento”, escreveram os representantes da corretora.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment