LocalBitcoins cresce 85% em 2016

Para aqueles interessados no progresso do Bitcoin como uma verdadeira forma de dinheiro, um ponto de dados interessante é o volume global da Localbitcoins

Publicado em 4 de janeiro de 2017 por

Para aqueles interessados em acompanhar o progresso do Bitcoin como uma verdadeira forma de dinheiro, um ponto de dados interessante para assistir é o volume global da Localbitcoins.

Há uma variedade de métricas diferentes que as pessoas usam para acompanhar a adoção do Bitcoin. Alguns simplesmente rastreiam o preço Bitcoin em termos de dólares dos EUA, enquanto outros preferem assistir o número de transações diárias aumentar na blockchain ao longo do tempo.

Publicidade

Publicidade

De acordo com coin.dance, o volume de negócios global semanal da Localbitcoins aumentou de pouco menos de US$ 10 milhões para cerca de US$ 18,5 milhões ao longo de 2016 (excluindo os feriados).

Por que o volume da localbitcoins importa?

Para ser claro, é sempre difícil descobrir por que as pessoas estão usando Bitcoin, pois a própria natureza do dinheiro digital não anexa identidades do mundo real para as transações na rede. Dito isto, existem alguns aspectos interessantes na experiência da Localbitcoins que fazem o gráfico de volume semanal valer a pena.

A Localbitcoins é basicamente um lugar onde os compradores e vendedores de Bitcoin podem se reunir para fazer comércios localmente ou através da Internet. Os usuários não são forçados a compartilhar suas informações pessoais, o que significa que os Bitcoins podem ser comprados e vendidos de forma mais privada. E o fato de que um processo de inscrição longo e demorado não está envolvido significa que os Bitcoins podem ser comprados sem esperar alguns dias pela aprovação de uma exchange.

Devido à relativa privacidade e conveniência oferecidos pela Localbitcoins, os preços lá tendem a ser mais elevados do que o que os praticados pela Poloniex ou qualquer uma das outras grandes exchanges de Bitcoin. Os compradores de Bitcoin estão essencialmente dispostos a pagar um valor extra para obter acesso rápido e relativamente privado ao Bitcoin.

As pessoas que querem usar Bitcoin rapidamente e em particular tendem a ser as pessoas que não estão tendo suas necessidades atendidas pelo sistema financeiro tradicional. Por exemplo, alguém que precisa fazer um pagamento para um ataque de ransomware pode não estar disposto a esperar alguns dias antes de poder comprar alguns Bitcoins através de sua conta bancária, porque eles vão perder o acesso a seus arquivos para sempre se o pagamento não é feito em um determinado tempo. Além disso, os usuários de mercados darknet, como o AlphaBay, podem apreciar a privacidade adicionada de se encontrar com alguém em pessoa para trocar dinheiro por Bitcoin.

Em algumas situações, a Localbitcoins também pode ser a única opção para comprar Bitcoin, que é geralmente um sinal de que o sistema financeiro atual da região não é muito flexível para uma variedade de outros casos de uso.

Quais países viram esse crescimento?

O crescimento no volume global da Localbitcoins visto em 2016 veio de países desenvolvidos e em desenvolvimento. Um crescimento constante foi observado em países ocidentais, como Austrália e Estados Unidos, e nos países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). O país que registrou o maior crescimento no volume de negociações de Localbitcoins em 2016 foi a Venezuela.

No caso de países desenvolvidos ocidentais, presume-se que o volume de contas da Localbitcoins para aqueles que estão tentando evitar regulamentos KYC e AML ao obter seus Bitcoins. Esse tipo de atividade também provavelmente ocorre nos países BRICS, mas o estado dos sistemas financeiros tradicionais nesses países também pode desempenhar um papel importante.

A Localbitcoins é a maior troca de volume para negociação entre Bitcoins e rublos russos. Este par de negociação, em particular, viu seu triplo semanal durante 2016.

A África do Sul foi o único país do BRICS que viu um declínio no volume de negócios da Localbitcoins ao longo de 2016, embora o volume lá seja ainda tão grande quanto o da Índia e do Brasil combinados.

A Venezuela viu o maior crescimento de qualquer país em 2016, com um aumento de 26 para 276 Bitcoins negociados por semana na Localbitcoins. Este aumento é muito mais notável quando se toma em consideração a subida dos preços do Bitcoin em dólares americanos ao longo do ano.

Imagem incompleta

Naturalmente, Localbitcoins não conta toda a história quando se trata do volume de negociação. Existem muitas alternativas na Localbitcoins, que incluem tudo, desde o recurso Trader Local na carteira de Bitcoin Mycelium para algo tão simples como grupos do Facebook. Muitos compradores de Bitcoin na Localbitcoins deixam o site após a conclusão de seus negócios.  

Um argumento que pode ser feito é que esses tipos de comércios P2P são a economia “real” do Bitcoin, pois aqueles que usam exchanges, como a Coinbase, fazem-no principalmente como uma forma de especular sobre o preço Bitcoin. Se os pontos de entrada e saída em Bitcoin continuarem a ver o aumento da regulamentação e supervisão, isso poderia ajudar a desenvolver ainda mais a economia do Bitcoin, porque as pessoas serão mais propensas a ficar com Bitcoin, em vez de entrar e sair do dinheiro digital.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment