Mitsui Suitomo Insurance planeja seguro para exchanges

A Mitsui Suitomo Insurance, Empresa de seguro japonesa está desenvolvendo sistema para proteção de exchanges, a noticia anda correndo pelo Japão.

Publicado em 29 de novembro de 2016 por

Empresa de seguro japonesa está desenvolvendo sistema para proteção de exchanges.

De acordo com a Nikkei, a Mitsui Suitomo Insurance está trabalhando com a exchange de bitcoins baseada em Tokyo, a bitFlyer para desenvolver uma política compatível com os mercados de câmbio de criptomoedas. A publicação informou que a seguradora vai oferecer até 1 bilhão de ienes (cerca de US $ 9 milhões de dólares) em termos de cobertura, com prêmios que variam tão alto quanto “vários milhões de ienes”. Nada ainda é muito claro, saberemos mais quando tal seguro for lançado.

Publicidade

Publicidade

O lançamento dentro do Japão seria notável devido ao colapso da Mt Gox, a agora extinta exchange de bitcoin que se desfez em 2014, resultando na perda de centenas de milhões de dólares em bitcoins. Enquanto a política da Mitsui Suitomo cobriria apenas uma fração desse valor, o lançamento poderia oferecer um grau de conforto aos usuários, bem como reguladores que supervisionam a atividade no espaço de câmbio digital.

A notícia do possível produto do seguro vem enquanto a indústria de serviços financeiros do Japão adota uma posição geralmente mais agressiva com relação às moedas correntes e às blockchains digitais.

No início deste mês, um grupo de 42 bancos japoneses aderiram ao SBI e distribuíram a Ripple para criar um novo consórcio de pagamentos multinacionais. Empresas individuais, particularmente bancos, têm testado uma variedade de aplicações nos últimos meses.

Publicidade

Publicidade

O governo do Japão também preparou o terreno para essa ação.

Em outubro, fontes locais informaram que os reguladores das finanças nacionais estavam ponderando a possibilidade de recusar um imposto sobre vendas nas compras de bitcoin. Reguladores e membros da legislatura do país já se moveram no ano passado para repensar a supervisão de câmbio bitcoin.

Enquanto este tipo de atitude seja positiva no campo da maior legalização tanto das criptomoedas quanto no ambiente das blockchains, há de se pensar no custo agregado que ela acarretará aos usuários. Esse tipo de seguro seria obrigatório? Acarretaria impostos e cobranças a mais para os utilizadores das exchanges? Estas são perguntas que precisam ser respondidas antes de um furor total pela novidade.

Mas como tudo tem um lado bom, este tipo de prática, com certeza, atrairia muitos mais investidores e olhos para as exchanges, uma vez que a única pessoa permitida para perder seu dinheiro, seja você mesmo.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment