Moedas digitais, blockchains e planos de fidelidade

É um conceito, usando a tecnologia podemos construir um novo sistema, mais solido e eficaz que o anterior, que consiga de fato atender tanto as necessidades das lojas quanto de seus clientes.

Publicado em 13 de outubro de 2016 por

Moedas digitais, blockchains e planos de fidelidade o que tem uns a ver com outros? Um relatório, divulgado pela Deloitte Center for Financial Services, afirma que a maioria dos programas de fidelidade oferecidos por empresas norte-americanas enfrentam um problema, pois eles são subutilizados e têm altos custos de gestão. Ao mesmo tempo, a recompensa pela lealdade do cliente é um tanto inconveniente, o que causa um grande fluxo de desistências nesses programas.

Uma Blockchain, de acordo com a Deloitte, apresenta uma solução potencial, oferecendo um mecanismo pelo qual um programa de fidelidade funcionaria semelhante a uma moeda digital. Por exemplo, os clientes podem receber pontos de recompensa que podem ser trocados por, digamos, um upgrade para um bilhete de avião.

Publicidade

Publicidade

Os autores do relatório afirmam:

“Em suma, prémios de fidelidade também são um tipo de moeda digital, por isso é natural que o mecanismo que permite que o bitcoin seja tratado como moeda de troca de serviços, bens, e até mesmo em sistemas monetários; também seria possível com as recompensas de fidelidade dos clientes.”

É um conceito, usando a tecnologia podemos construir um novo sistema, mais solido e eficaz que o anterior, que consiga de fato atender tanto as necessidades das lojas quanto de seus clientes.

Startups, como Loyyal, têm o objetivo de construir plataformas com essa finalidade, enquanto outras empresas, como a empresa de cartão de crédito China UnionPay, têm procurado explorar capacidades semelhantes.

Em seu relatório, a Deloitte defende que a blockchain pode ajudar a cortar determinados intermediários no processo de entrega de recompensa, reduzindo o custo tanto para as empresas quanto para seus consumidores.

“Afirmamos que a blockchain vai permitir a criação instantânea e segura, na geração e troca de pontos de recompensa de fidelidade em todos os programas, fornecedores e indústrias; através de um ambiente seguro usando provas criptográficas em vez de administradores terceirizados”, argumentam os autores.

Algumas perguntas que permanecem, no entanto, especialmente na frente regulatória

Os autores do relatório especulam que a “blockchain poderia levar milhões de dólares de passivos de pontos de fidelidade não utilizados”, mas que, por enquanto, os reguladores podem não estar tão à vontade para dar sua aprovação para esta inovação.

Em última análise, de acordo com a Deloitte, o sucesso da blockchain no espaço de pontos de lealdade depende de que empresas interessadas se juntem para apoiar e adotar a nova tecnologia.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment